Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Instituto de Ciências Sociais (ICS) >
ICS - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4940

Title: Paternidades de hoje : significados, práticas e negociações da parentalidade na conjugalidade e na residência alternada
Authors: Marinho, Sofia, 1961-
Advisor: Wall, Karin, 1955-
Keywords: Teses de doutoramento - 2012
Issue Date: 2011
Abstract: Nesta investigação pesquisaram-se dinâmicas de construção da paternidade em parcerias parentais, a partir do estudo qualitativo de duas realidades familiares distintas: a dos homens que se encontram numa primeira conjugalidade; e a dos homens que, após divórcio ou separação, vivem em regime de guarda conjunta com residência alternada. O principal objectivo foi compreender a transformação e a diversidade social da paternidade na sociedade portuguesa contemporânea, identificando os processos sociais e as lógicas de acção que a tecem nas interacções quotidianas da vida familiar. Para atingir os objectivos propostos, privilegiou-se uma abordagem das dinâmicas internas da paternidade. Através da análise dos sentidos subjectivos, práticas e identidades paternas, procurou-se perceber a relação entre lógicas de relacionamento pai-filhos e lógicas de cooperação parental. Adicionalmente, para aferir a sua autonomia relativa, procurou-se inscrever as dinâmicas de paternidade nos tempos sociais e biográficos dos percursos de vida, das relações sociais de género e dos posicionamentos sociais que as modelam. Verificou-se que os modos de construir a paternidade, na relação com os filhos e na cooperação parental, são vários e complexos, como exemplificam os perfis que identificámos: na conjugalidade encontrámos paternidades conjuntas, de apoio, incentivadas, electivas e autónomas; na residência alternada identificámos paternidades assertivas, reconstruídas, conjuntas e condicionadas. No que diz respeito às dinâmicas internas da paternidade foram essencialmente quatro os eixos de diversificação e mudança identificados. Primeiro, a articulação entre a adesão a uma nova norma de paternidade próxima e a negociação de modelos de partilha parental e conjugal. Segundo, a construção da proximidade paterna pela individualização através de um processo de individualização e de autonomização das interacções pai-filhos. Terceiro, a negociação do lugar do homem no sistema de relações familiares e do papel paterno nas parcerias parentais. Finalmente, a influência dos percursos masculinos na reconstrução da paternidade após a dissolução conjugal: Apesar da importância dos aspectos mais interaccionais na construção da paternidade, o papel dos constrangimentos e oportunidades estruturais não deve ser negligenciado. Assim, a pesquisa contribuiu igualmente para assinalar o efeito modelador das relações de género, dos volumes desiguais de recursos parentais (nomeadamente, tempo, competências, escolaridade, conhecimento acerca das singularidades dos filhos, etc.) e das posições sociais e económicas de cada progenitor.
The aim of this doctoral dissertation was to understand the construction of fatherhood within parenting partnerships. Data was drawn from a qualitative study of two different types of family: fathers in a first conjugality, and fathers who, after divorce or separation, shared custody and shared residence of their children. The main goal of this research was to identify the social diversity and transformation of fatherhood in contemporary Portuguese society by examining the social processes and logics of action in families’ daily interactions. In order to meet these goals, the author privileged the analysis of the internal dynamics of fatherhood. Drawing on the subjective meanings, practices and identities of fatherhood, the connections between parent-child relationships and parental cooperation were analysed and discussed. In addition, in order to assess the relative autonomy of those dynamics, fatherhood was framed within each trajectory biographical and social time, gender social relationships, and social positions. Main findings suggest that fatherhood is built in complex and diversified ways, as the set of fathering patterns identified show. In the case of first conjugality, on the one hand, we found joint, supportive, encouraged, elective and autonomous fatherhoods. As for the case of shared residence, on the other, assertive, rebuilt, joint and conditional fatherhoods revealed to be the most significant patterns. Regarding the internal dynamics of fatherhood four main axis of diversity and change were found: firstly, the articulation between the close fatherhood model and the negotiation of parental and conjugal models (forms of cohesion and regulation); secondly, the construction of paternal closeness through the individualization and autonomy of father-child and motherfather interactions; thirdly, the negotiation of father’s place within the family relation system and his role in parental partnerships; lastly, fatherhood (re)construction processes experienced by men after divorce. Despite the importance of the more interactional aspects of fatherhood, the role of structural constraints and opportunities must not be diminished. Therefore, the research also revealed the shaping effect of gender relations, of unequal volumes of parental resources (namely, time, skills, schooling, awareness of child’s singularity) and of each parent social and economic position.
Description: Tese de doutoramento, Ciências Sociais (Sociologia Geral), Universidade de Lisboa, Instituto de Ciências Sociais, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/4940
Appears in Collections:ICS - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd061760_td_Sofia_Marinho.pdf2.07 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE