Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/4955
Título: Teletrabalho, qualidade de vida no trabalho e satisfação profissional : um estudo exploratório numa amostra de profissionais na área da tecnologia da informação
Autor: Melo, Elizabete Regina de
Orientador: Rafael, Manuel, 1962-
Palavras-chave: Qualidade de vida - trabalho
Satisfação profissional
Teletrabalho
Teses de mestrado - 2011
Data de Defesa: 2011
Resumo: A temática da qualidade de vida no trabalho e a satisfação profissional tem assumido um papel cada vez mais relevante no mundo das organizações e na psicologia dos recursos humanos. A presente investigação tem como objectivo central comparar a qualidade de vida no trabalho e a satisfação profissional entre teletrabalhadores e trabalhadores tradicionais, que são profissionais da tecnologia da informação. Para avaliar a qualidade de vida no trabalho foi aplicado o instrumento designado de Inventário sobre a Qualidade de Vida no Trabalho (Rafael & Lima, 2007a, 2008a) e indicadores de Satisfação Profissional. A amostra é constituída por 51 profissionais empregados, teletrabalhadores e trabalhadores tradicionais. Os resultados obtidos revelam que os teletrabalhadores apresentam um nível mais elevado de QVT em geral, comparativamente com os trabalhadores tradicionais. Da mesma maneira, verifica-se que existem níveis de SP mais elevados nos teletrabalhadores por comparação aos trabalhadores tradicionais.
The topic of quality of work life and job satisfaction has assumed an increasingly important role in the world of organizations and the psychology of human resources. This research has as its central objective to compare the quality of work life and job satisfaction among telecommuters and traditional workers, who are professionals in information technology. To assess the quality of work life was administered the instrument designed Inventory Quality of Working Life (Rafael & Lima, 2007a, 2008a) and indicators of job satisfaction. The Sample consisted of 51 professional employees, telecommuters and traditional workers. The results show that teleworkers have a higher level of quality of work life in general, compared to traditional workers. Likewise, it appears that there are higher levels of job satisfaction in teleworkers compared to traditional workers.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/4955
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie039656_tm.pdf371,74 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.