Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia (FP) >
FP - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/4995

Título: A acessibilidade e a influência do tipo de processamento na percepção de risco das nanotecnologias
Autor: Costa, Teresa de Jesus Rebello de Andrade
Orientador: Oliveira, José Manuel da Palma, 1958-
Palavras-chave: Percepção do risco
Afectividade
Nanotecnologia
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Resumo: Alguns estudos demonstram que mesmo não conhecendo nada relativo às Nanotencologias, as pessoas conseguem fazer inferências e julgamentos que são consistentes entre várias pessoas (Palma-Oliveira, Gaspar-Carvalho, Luis & Vieira, 2009). Existem várias explicações propostas para essas evidências, como é o caso da Abordagem Cognitivo-Ecológica, na qual a nova informação é julgada conforme o contexto que lhe está associado em memória (Gaspar, Carvalho, Soeiro, & Palma-Oliveira, under review) e a constação de que o afecto, enquanto tipo de avaliação, é um preditor universal nestes contextos desconhecidos (Gaspar et al., under review). É objectivo da presente investigação, continuar nesta linha de estudo, tentando detalhar quais os mecanismos de percepção de risco das tencologias, mais concretamente da Nanotencologia. Para isso, vão ser apronfundados e testados os mecanismos psicossociais mais básicos, como o é exemplo o afecto e qual o seu papel na Percepção de Risco, partindo para isso através do estudo de Gaspar e colaboradores (under review). Na experiência realizada neste estudo espera-se que o afecto seja componente mais automática e acessível do que a componente descritiva do mesmo objecto de atitude, e isto significa que as respostas às perguntas com esta conotação têm uma latência menor, como não são interferidas por uma tarefa de sobrecarga cognitiva, bem como se espera que o afecto tenha alguma função de monitorização no julgamento descritivo, tornando-o mais rápido. Para o efeito foi utilizado o questionário “Nanotecnologia e Sociedade” (Gaspar et al., under review) uma tarefa de sobrecarga cognitva que constava em gravações com descrições de países e a medida dependente era a rapidez de resposta. Os resultados demonstram que, ao contrário do previsto, a componente descritiva é sempre mais acessível que a componente afectiva, mas que, de acordo com as hipóteses, torna mais acessível a componente descritiva, enquanto o contrário não se verifica. O afecto tem se demonstrado como preditor fundamental do risco e permite explicar evidências que antes eram atribuidas a outras heurísticas (Slovic, Finucane, Peters, & MacGregor, 2004), bem como permite evidenciar o papel do medo e da preocupação na Percepção de Risco (e.g., Breackwell, 2007).
Some studies have shown that even not knowing anything concerning Nanothencology, people can make inferences and judgments that are consistent among several people (Palma-Oliveira, Gaspar-Carvalho, Luis & Vieira, 2009). There are several proposed explanations for this evidence, such as the Cognitive-Ecological Approach, in which new information is judged according to the context associated in memory (Gaspar, Carvalho, Soeiro, & Palma-Oliveira, under review) as well as the fact that affect, as a type of evaluation, is a universal predictor in these unknown contexts (Gaspar et al., under rewiew). The aim of this research is to continuing this line of study, which attempts to detail the mechanisms of risk perception of Technology, specifically the Nanothencology. To this purpose, will be tested and investigated the most basic psychosocial mechanisms, such as the affect and his role in risk perception, basing in studies of (Gaspar et al., under review). In the experiment conducted in this study, it is expected that the affective component will be assigned automatically and more affordable than the descriptive component of the same attitude, and this means that the answers to the questions with this connotation has a lower latency, and are not interfered with by a task of cognitive overload, as well as it is expected that the affect will have a trial monitoring function on de descriptive component, making it faster. For this purpose we used the questionnaire "Nanotechnology and Society" (Gaspar et al., under review) and the task of cognitive overload was recordings with descriptions of countries and the dependet variable the speed of response. The evidence that, unlike expected, the descriptive component is always more accessible than the affective component, but, according to the assumptions, the first one makes the second one a more accessible, while the reverse is not true. The affect has been shown as a key predictor of risk and helps explain the evidence that were attributed to other heuristics (Slovic, Finucane, Peters, & MacGregor, 2004), and allows to highlight the role of fear and concern in risk perception (eg, Breackwell, 2007).
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Cognição Social Aplicada), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/4995
Appears in Collections:FP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfpie039665_tm.pdf1,01 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE