Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia (FP) >
FP - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5037

Título: A comunidade chinesa em Portugal : factores de risco, factores protectores e rede social
Autor: Santos, Tânia Rita Silva dos
Orientador: Lind, Wolfgang Rüdiger, 1952-
Palavras-chave: Imigrantes chineses - Portugal
Factores de risco
Rede social
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Resumo: Este estudo tem como objectivo averiguar os factores de risco, os factores protectores e a rede social dos imigrantes chineses em Portugal. Para este estudo exploratório realizaram-se entrevistas semi-estruturadas e aplicou-se o mapa de rede social a uma amostra de 20 imigrantes com uma média de tempo de permanência em Portugal de 7,55 anos (DP= 7,77). A partir das categorias e dos indicadores que surgiram da análise de conteúdo, procedeu-se à análise de cluster em 4 classes. Os factores de risco que se salientaram foram a língua portuguesa, o afastamento da família e amigos e diferenças culturais. Os factores protectores mais referidos foram a ajuda da família/integração na comunidade chinesa, o clima de Portugal e a simpatia dos portugueses. Relativamente à rede social, esta mostrou-se constituída maioritariamente por sujeitos chineses. À luz das normas culturais chinesas e dos resultados obtidos, analisar-se-á o processo de adaptação destes imigrantes em Portugal. Implicações para a prática comunitária e terapêutica serão também discutidas.
This study aims to explore risk factors, protective factors and the social network of Chinese immigrants in Portugal. For this exploratory study, semi-structured interviews were conducted and the social network map applied to a sample of 20 Chinese immigrants with an average of 7.55 years living in Portugal (DP=7.77). From the categories and indicators that arose from the content analysis, a cluster analysis was conducted organized by 4 clusters. The most preeminent risk factors were Portuguese language, separation from friends/family and cultural differences; the most relevant protective factors were help from family/integration within the Chinese community, Portugal’s climate and the kindness of Portuguese people. Regarding the social network, it showed to be mainly constituted by other Chinese individuals. By the Chinese cultural norms and the study’s results, the adaptation of Chinese immigrants to Portugal will be analysed. Implications for the therapeutic and community intervention will also be discussed.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Sistémica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/5037
Appears in Collections:FP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfpie039702_tm.pdf549,43 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia