Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia (FP) >
FP - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5039

Título: A depressão no Teste de Szondi
Autor: Martins, Vanessa Celine Desserre
Orientador: Gonçalves, Bruno, 1950-
Palavras-chave: Depressão (psicologia)
Teste de Szondi
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Resumo: Objectivo. Com este estudo pretendeu-se alargar a compreensão da depressão na Teoria Pulsional de Szondi tentando mostrar a especificidade dos resultados do Teste Szondi para indivíduos com esta perturbação. Método. Foi estudada uma amostra de 19 indivíduos com diagnóstico clínico de depressão e comparada com uma amostra compósita da população geral. Aos participantes da amostra clínica foram aplicados: Questionário sócio-demográfico, Escala de Depressão do Center for Epidemiologic Studies (CES-D) e o Teste de Szondi. A amostra da população geral respondeu apenas ao teste de Szondi. Resultados. Observaram-se diferenças significativas entre os perfis encontrados no Teste de Szondi, para as duas amostras. O perfil dos deprimidos confirma apenas parcialmente os resultados de investigações anteriores, mesmo quando se tem em conta a influência do nível sociocultural. Dezasseis sujeitos obtiveram resultados na CES-D acima de 20. Conclusão. Este estudo mostra a especificidade do esquema pulsional de Szondi para os indivíduos deprimidos e a validade da CES-D.
Objective. The aim of the present study is to enlarge the understanding of depression in Szondi's Drive Theory by trying to show the specificity of the results obtained on the Szondi test by depressed persons. Method. A sample of 19 persons with the clinical diagnosis of depression was compared with a composite sample of the general population. The following tests were applied to the depressed persons: a socio-demographic questionnaire, the Depression Scale Center for Epidemiologic Studies (CES-D) and the Szondi Test. The sample from the general population only responded to the Szondi test. Results. The results show significant differences between Szondi test profiles obtained by the two samples. The profile from the depressed sample confirms only in part results from other researches, even when sociocultural level is taken into account. Sixteen participants had a score above 20 on the CES-D. Conclusion. The findings of this study show the specificity of the Szondi’s drive schema of depressed individuals and the validity of the CES-D.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/5039
Appears in Collections:FP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfpie039700_tm.pdf1,28 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE