Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/5103
Título: Memórias falsas : activação associativa ou extracção temática?
Autor: Oliveira, João Carlos Sampaio de
Orientador: Carneiro, Paula
Costa, Rui Soares
Palavras-chave: Memórias falsas
Psicologia experimental
Teses de mestrado - 2011
Data de Defesa: 2011
Resumo: Desde a criação do paradigma DRM (Deese, 1959/Roediger e McDermott, 1995) que o fenómeno de memórias falsas tem sido extensivamente investigado (Gallo, 2010) através do uso de listas de palavras associadas a uma palavra crítica não apresentada. Duas teorias de particular relevo que pretendem explicar o fenómeno são a Teoria fuzzy-trace (Brainerd e Reyna, 2002) e a Teoria de activação-monitorização (Roediger et al. 2001). A primeira assume que as memórias falsas ocorrem devido à extracção de um traço gist representativo do tema geral das listas. Na segunda ocorrem memórias falsas devido às associações existentes entre as palavras da lista e a palavra crítica, sendo esta automaticamente activada. Apesar de estas teorias oferecerem explicações muito diferentes para o mesmo fenómeno, é possível que ambas descrevam processos igualmente válidos para que ocorram memórias falsas. O objectivo do presente estudo prende-se numa tentativa de perceber se estaremos perante dois processos distintos através dos quais se geram memórias falsas: um automático, baseado na activação associativa, e outro mais estratégico e deliberado, baseado na extracção temática. Foram utilizadas listas com dois tipos de itens críticos, um item associativo, correspondente à palavra crítica, e um item temático, identificado num pré-teste como o tema da lista e foi manipulado o tipo de instrução e a velocidade de resposta no teste de reconhecimento. Os resultados mostram na generalidade maiores níveis de memórias falsas para itens associativos e ainda que as manipulações experimentais que visam interferir com processos deliberados afectam sobretudo o falso reconhecimento dos itens temáticos. Em comparação com os itens associativos, os itens temáticos foram de uma forma geral mais facilmente rejeitados possivelmente através da estratégia “identificar-para-rejeitar”.
Since the creation of DRM paradigm (Deese, 1959/Roediger & McDermott, 1995) the false memories effect has been extensively investigated (Gallo, 2010) through the use of study lists associated with a non-presented critical word. Two theories of particular significance that account for the phenomenon are the Fuzzy-trace theory (Brainerd & Reyna, 2002) and the Activation-monitoring theory (Roediger et al. 2001). The first assumes that false memories occur due to the extraction of a gist trace representative of the general theme of lists. In the second, false memories occur due to pre-existing associations between the words from the list and the critical word, which is automatically activated. While these theories offer very different explanations for the same phenomenon, it is possible that both describe equally valid processes for false memories to occur. The aim of this study concerns an attempt to understand if we are facing two distinct processes by which false memories are created: an automatic one, based on associative activation, and a more strategic and deliberate one, based on theme extraction. We used lists with two types of critical items, an associative item, corresponding to the critical word, and a thematic item, previously identified in a pre-test as the theme for the list, and the speed of response and instruction type were manipulated in the recognition test. Results generally show higher levels of false recognition for associative items, and that experimental manipulations designed to interfere with deliberate processes mainly affect the false recognition of thematic items. Compared with the associative items, thematic items were in general more easily rejected, possibly due to an "identify-to-reject" strategy.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Cognição Social Aplicada), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/5103
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie039689_tm.pdf540,34 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.