Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia (FP) >
FP - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5137

Title: Pais adoptivos : das dificuldades à adaptação
Authors: Pinhal, Maria Rita Peres Marques
Advisor: Narciso, Isabel, 1962-
Keywords: Parentalidade
Famílias adoptivas
Estratégias de coping
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Abstract: O presente estudo pretende compreender e analisar as dificuldades geradoras de stress, ao nível da parentalidade adoptiva, que emergem da situação de adopção. Outro objectivo prende-se com a análise dos mecanismos de adaptação utilizados pela família adoptiva para a gestão do stress e recuperação do equilíbrio familiar, nomeadamente os recursos individuais, familiares e sociais; a percepção da situação; e as estratégias de coping. Com este propósito, recorreu-se a uma amostra composta por 14 casais adoptantes e 3 singulares, com idades entre os 35 e os 68 anos, que adoptaram uma ou duas crianças entre 2004 e 2007. A metodologia do estudo é qualitativa, tendo-se recorrido a entrevistas semi-estruturadas e posteriormente, procedeu-se à análise de conteúdo através do programa QSR NVivo 8. Os resultados obtidos revelaram que as dificuldades parentais mais proeminentes foram as dificuldades comportamentais e questões relacionadas com a adaptação à parentalidade. Relativamente aos recursos salientam-se o apoio recebido pela família alargada, amigos e técnicos especializados. As práticas parentais mais referenciadas foram o diálogo, negociação e a explicação.
The main purpose of this study is to understand and analyse stress difficulties related to adoptive parenthood and derived from the situation of adoption. A second aim of this study is to analyse the adaptation mechanisms/ resources the family utilizes in order to cope effectively with stress in order to restore family balance, such as individual, family and social resources; the perception of the situation; and the coping strategies. We conducted interviews with a selection of 14 couples and 3 single parent adopters, between the ages of 35 and 68, who had adopted one or two children between 2004 and 2007. The study methodology is qualitative, through semi-structured interviews and the content analyses were done with the software QSR NVivo 8. The results suggest that the main struggles that parents faced were related to behavioural issues related to adaptation to parenthood. support received from extended family, friends and technicians were considered the main resources available to adoptive parents. The main parenting practices referred by the parents were dialogue, negotiation and explanation.
Description: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Sistémica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/5137
Appears in Collections:FP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfpie039720_tm.pdf1.01 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE