Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/517
Título: As parcerias inter-organizacionais nos processos de governação do território:o caso das redes urbanas para a competividade e inovação
Autor: Monteiro, Susana Isabel Magalhães
Orientador: Vale, Mário,1962-
Palavras-chave: Urbanismo - Portugal
Parcerias público-privadas
Desenvolvimento regional
Teses de mestrado, 2008
Data de Defesa: 2008
Resumo: Os Estados-nação ocidentais actuam, hoje, num contexto societal manifestamente diverso daquele em que nasceram e se consolidaram, o que os tem forçado a repensar o seu modus operandi e o seu papel na sociedade e na economia. Este reequacionar do papel do estado tem-se vindo a traduzir, desde há algum tempo a esta parte, em processos de deslocalização de poder e competências para níveis supra e infra nacionais, bem como para o sector privado e solidário. No contexto português, os governos locais têm vindo a assumir um crescente protagonismo nos processos de desenvolvimento dos seus territórios, materializado num aumento gradual das suas competências nas mais diversas áreas. Também as organizações da sociedade civil e as empresas têm assumido novos protagonismos, desempenhando funções-charneira nos processos de desenvolvimento territorial. É neste cenário de fragmentação e complexificação social que ganha relevo e pertinência o estudo de novos modelos de governança urbana, nos quais se enquadram as estruturas de rede e parceria, nomeadamente, de parceria público-privado (PPP). Não obstante o historial que estas construções inter-organizacionais apresentam nos mais diversos contextos de actuação, ainda muito existe por explorar do ponto de vista pragmático, nomeadamente no que diz respeito às reais motivações que as organizações apresentam para pertencer a uma estrutura deste tipo. A presente investigação, centrada num case study português (Rede ECOS), procura estudar estas motivações, à luz de um instrumento de política de cidades específico - Redes Urbanas para a Competitividade e Inovação . Os principais resultados da investigação revelam que existem dimensões estruturais, culturais e motivacionais que influenciam a tomada de decisão de pertencer a uma PPP. Os resultados revelam, ainda, os principais desafios que estas estruturas enfrentam de forma a garantir o seu sucesso e atingir os objectivos a que se propõem: qualificação dos recursos humanos, democratização dos sectores não públicos, melhores lideranças, modernização da gestão, autonomia institucional e melhores mecanismos de comunicação.
Western states act nowadays in a society context which is clearly different than that in which they were born and consolidated, being this the prime reason why those states were forced to rethink their modus operandi and their role in society and economy. Such rethinking of the state's role is manifested, for some time now, in competency and power delocalization processes towards supra and infra national levels, as well as towards the solidary and private sectors. Considering the Portuguese context, the local governments have been assuming increasing protagonism in their territorial development processes, reflected in the gradual increase of their competences in several action scopes. Following such trend, civil society organizations as well as corporations have been assuming new protagonisms and play key-roles in territorial development processes. In such fragmented and complex social scenario it becomes relevant to study new models of urban governance and territorial development, in which inter-organizational networks and partnership structures, such as public-private partnerships (PPP), fit. Despite the past and current roles of such inter-organizational constructions in several action scopes, it remains relevant to explore the real motivations that organizations present in order to be a part of such structures. The research here presented, focused in a Portuguese case study (ECOS network), attempts to investigate such motivations, in the framework of a specific city-policy instrument, known as Urban Networks for Competitivety and Innovation . The main results of the investigation tell us that there are structural, cultural and motivational dimensions that influence the decision to belong to a PPP. The results tell us more about the main challenges that such structures face in order to guarantee their success and achievement of their goals: human resources qualification, democratization of the non public sectors, better leaderships, management modernization, institutional autonomy and better communication mechanisms.
Descrição: Tese de mestrado em Urbanização e Ordenamento do Território apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2008
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000545834
http://hdl.handle.net/10451/517
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
19529_ulfl061118_tm.pdf716,75 kBAdobe PDFVer/Abrir
19530_ulfl061118_tm_anexo_1.pdf112,76 kBAdobe PDFVer/Abrir
19531_ulfl061118_tm_anexo_2.pdf19,81 kBAdobe PDFVer/Abrir
19532_ulfl061118_tm_anexo_3.pdf39,69 kBAdobe PDFVer/Abrir
19533_ulfl061118_tm_apendice_1.pdf16,02 kBAdobe PDFVer/Abrir
19534_ulfl061118_tm_apendice_2.pdf305,74 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.