Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/525
Título: O perfil linguístico e comunicativo dos alunos da escola de formação de professores Garcia Neto (Luanda-Angola)
Autor: Neto, Conceição Garcia
Orientador: Grosso, Maria José dos Reis,1953-
Mata, Inocência,1957-
Palavras-chave: Língua portuguesa como segunda língua - Angola
Ensino de línguas - Angola
Competência linguística
Formação de professores - Angola
Multilinguismo - Angola
Interferência (Linguística)
Data de Defesa: 2009
Resumo: A existência da língua portuguesa, em Angola, ocorre numa sociedade caracterizada por uma forte estratificação linguística. Ela partilha o mesmo espaço sociológico com outros idiomas geneticamente distintos, entre eles o kimbundu, umbundu, kikongo, ngangela, cokwe, kwanhama e fiote, pertencentes à família linguística bantu, além dos outros idiomas como o vátwa e o khoisan, da família não bantu, o que o torna Angola um país multilingue. Esta situação sociolinguística coloca um sério desafio ao ensino em geral, e ao ensino da língua portuguesa em particular. Estudos realizados sobre a avaliação do Sistema Nacional de Educação, concretamente sobre a competência linguística e comunicativa dos alunos do 2.º ciclo do ensino secundário, têm revelado que a maior parte dos alunos até ao final do curso não consegue atingir as competências básicas pré-definidas para o final deste nível. Como causas, têm sido (são) apontados: (i) o baixo nível de formação dos professores, (ii) o facto da elaboração dos programas não ter sido antecedida por um levantamento das áreas problemáticas no processo de ensino/aprendizagem, (iii) as aulas de língua portuguesa quanto ao conteúdo e a metodologia e (iv) o fenómeno da interferência linguística. Assim, conscientes das implicações negativas que a falta de acompanhamento desta situação pode (possa) acarretar, toda a análise empreendida neste estudo tem como objectivo persuadir os responsáveis educativos na tomada de decisões que possam responder às exigências que, nestas circunstâncias, impõe o processo de ensino/aprendizagem de uma língua.
The existence of the Portuguese language in Angola take place in a society characterized by a strong linguistic stratification. It shares the same ground with the other sociological genetically distinct idioms like Kimbundu, Umbundu, Kikongo, ngangela, cokwe, kwanhama and fiote belonging to bantu linguistic family, besisde to other idioms like khoisan and vátwa, that are not from Bantu family, which makes a multilingue country. This sociolinguistic brings up a serious challenge for education in general and particularly foe the Portuguese language teaching. Studies about assessiment in the national education system, concretely about the linguistic and communicative competence of the secondary level students have revealed that the majority of the students do not achieve until the end to the academic year the basic competence pre-defined for this level. The causes for that are: (i) teachers' low formation level, (ii) due to the fact that school programs are not designed based on research of real problems in some of key areas in the learning/teaching, (iii) Portuguese lessons in terms of content and methodology, (iv) the linguistic interference. Therefore, being aware of the negative implication it may cause, every analysis undertaken aims to persuade the responsable of educational to make decision that can meet real demandings in that, present circumstances, demands in the language teaching/learning.
Descrição: Tese de mestrado, Língua e Cultura Portuguesa, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2009
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000566775
http://hdl.handle.net/10451/525
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
20213_ulfl064847_tm.pdf1,03 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.