Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Instituto de Educação (IE) >
GI Psicologia da Educação (IE-GIPE) >
IE - GIPE - Comunicações e Conferências >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5320

Título: Algumas verdades sobre mentiras: uma perspectiva com alunos portugueses
Autor: Martins, Dulce
Martins, Marina
Carvalho, Carolina
Palavras-chave: Concepção da Mentira
Desenvolvimento Moral
Alunos
Género
Nível de Escolaridade
Issue Date: 2011
Citação: VI Congreso Internacional de Psicología y Educación Y III Congreso Nacional de Psicología de La Educación
Resumo: O presente estudo, fruto de duas investigações mais amplas (D. Martins, 2007; M. Martins, 2009), centra-se na temática da Mentira em alunos dos Ensinos Básico e Secundário, tendo como problemática “Compreender as concepções que os alunos têm sobre a mentira”. No presente trabalho foram objecto de análise, os seguintes pontos: a) Noção de mentira; b) Aceitabilidade da mentira; c) Consequências da mentira; d) Alvos da mentira. A estratégia geral do plano de investigação assentou em entrevistar os participantes e aplicar questionários, tanto de formato de resposta aberta como fechada, a alunos (N=205) de ambos os géneros e de diferentes anos lectivos, em escolas do distrito de Lisboa. Os dados recolhidos, confirmam a existência de diferenças de género e de nível de escolaridade na compreensão da problemática em estudo. Assim, as concepções encontradas na maioria dos nossos participantes acerca do que é uma mentira, embora por vezes utilizada como um acto voluntário e intencional, é que ela é condenável e desconsiderada do ponto de vista ético reafirmando-se depreciativa no quadro social de valores morais. Evidencia-se ainda, que a maioria dos alunos participantes considerou o castigo como uma forma de punição necessária associada à ideia da sua prevenção. Apesar de existirem situações em que as diferenças de género são notórias, é essencialmente no que diz respeito ao nível de escolaridade e, consequentemente idade, que se notam as diferenças mais significativas nas concepções de mentira.
URI: http://hdl.handle.net/10451/5320
Appears in Collections:IE - GIPE - Comunicações e Conferências

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Algumas verdades sobre as mentiras... Congresso Valladolid.pdf6,36 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE