Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Instituto de Educação (IE) >
GI Psicologia da Educação (IE-GIPE) >
IE - GIPE - Comunicações e Conferências >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5320

Título: Algumas verdades sobre mentiras: uma perspectiva com alunos portugueses
Autor: Martins, Dulce
Martins, Marina
Carvalho, Carolina
Palavras-chave: Concepção da Mentira
Desenvolvimento Moral
Alunos
Género
Nível de Escolaridade
Issue Date: 2011
Citação: VI Congreso Internacional de Psicología y Educación Y III Congreso Nacional de Psicología de La Educación
Resumo: O presente estudo, fruto de duas investigações mais amplas (D. Martins, 2007; M. Martins, 2009), centra-se na temática da Mentira em alunos dos Ensinos Básico e Secundário, tendo como problemática “Compreender as concepções que os alunos têm sobre a mentira”. No presente trabalho foram objecto de análise, os seguintes pontos: a) Noção de mentira; b) Aceitabilidade da mentira; c) Consequências da mentira; d) Alvos da mentira. A estratégia geral do plano de investigação assentou em entrevistar os participantes e aplicar questionários, tanto de formato de resposta aberta como fechada, a alunos (N=205) de ambos os géneros e de diferentes anos lectivos, em escolas do distrito de Lisboa. Os dados recolhidos, confirmam a existência de diferenças de género e de nível de escolaridade na compreensão da problemática em estudo. Assim, as concepções encontradas na maioria dos nossos participantes acerca do que é uma mentira, embora por vezes utilizada como um acto voluntário e intencional, é que ela é condenável e desconsiderada do ponto de vista ético reafirmando-se depreciativa no quadro social de valores morais. Evidencia-se ainda, que a maioria dos alunos participantes considerou o castigo como uma forma de punição necessária associada à ideia da sua prevenção. Apesar de existirem situações em que as diferenças de género são notórias, é essencialmente no que diz respeito ao nível de escolaridade e, consequentemente idade, que se notam as diferenças mais significativas nas concepções de mentira.
URI: http://hdl.handle.net/10451/5320
Appears in Collections:IE - GIPE - Comunicações e Conferências

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Algumas verdades sobre as mentiras... Congresso Valladolid.pdf6,36 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia