Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
FL - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5363

Título: Princípios matemáticos da filosofia natural: a lei da inércia
Autor: Balola, Raquel
Orientador: Espírito Santo, Arnaldo,1942-
Palavras-chave: Newton,Isaac,1642-1727
Inércia (Mecânica)
Filosofia e ciências
Língua latina - séc.16
Traduções portuguesas
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Resumo: O presente trabalho consiste na tradução dos fundamentos dos Philosophiae Naturalis Principia Mathematica de Newton, ou seja, da parte axiomática, e no seu estudo, dando principal relevância ao estudo da Primeira Lei de Newton, ou lei da inércia. Na tentativa de compreender a importância que a Primeira Lei de Newton assume na história da ciência, é impreterível que se recue a Aristóteles, e aos primórdios dos estudos sobre o movimento e que, a partir de aí, se acompanhem as contribuições que autores posteriores tiveram no desenvolvimento desta ciência, para uma melhor percepção das alterações que esta física sofreu até ao tempo de Newton. Dada a extensão do objecto em estudo, cingimo-nos aos autores principais, Aristóteles, Kepler, Galileu, Descartes, Huygens, visto terem sido estes os autores que mais contribuíram para o desenvolvimento da lei consagrada por Newton. No entanto, não é um objectivo deste trabalho fazer um resumo da história da ciência, mas sim fazer uma síntese da génese e evolução do conceito de inércia, que culmina na Primeira Lei de Newton, para que se compreenda em que contexto surgiu e que condições proporcionaram o seu aperfeiçoamento. Assim sendo, analisámos e comparámos os textos dos referidos autores que mais importância tiveram nas alterações que o conceito de inércia experimentou até assumir a sua forma final nos Principia. Como grande parte da nossa atenção incide sobre a história do conceito em Newton, faz todo o sentido o debruçar sobre o texto original dos Principia, mais concretamente sobre a terceira e última edição, tentando entender a importância do termo na obra que o consagrou. Assim sendo, é indispensável a sua versão para a nossa língua, permitindo uma maior aproximação ao texto original. Em termos gerais, conclui-se que os predecessores de Newton foram essenciais, e as suas contribuições bastante significativas para que Newton chegasse onde chegou, no entanto, não podemos esquecer o mérito pessoal do autor.
Abstract: This work consists of translating the fundamentals of Newton‘s Philosophiae Naturalis Principia Mathematica, that is, from axiomatic, and in his study, giving primary importance to the study of Newton‘s First Law, or the law of inertia. In an attempt to understand the importance that Newton‘s First Law takes in the History of Science, it is imperative to go back to Aristotle, and early studies on movement and, from there, undesrstand the contributions that later authors have given to the development of this science. Given the extent of the object under study, we tried to focus on the main authors, like, Aristotle, Kepler, Galileo, Descartes, Huygens. These authors contributed the most to the development of the law laid down by Newton. The main goal of this study is to review the evolution of the concept of inertia, which culminated in Newton‘s First Law. In orther to understand the context in which they arose and the conditions provided its improvement. Therefore, we analyzed and compared the texts of those authors who had the most important changes that the concept of inertia tried to take it a final shape in the Principia. Our attention focused on the history of the concept in Newton, it makes sense to look into the original text of the Principia, more specifically on the third and last edition, and trying to understand the importance of the term in the work that made him famous. Therefore, it is indispensable to our language version, allowing closer to the original text. Overall, we conclude that Newton‘s predecessors were essential, and their very significant contributions to Newton where he arrived, however, we can not forget the value of the discovery of the author.
Descrição: Tese de mestrado, Estudos Clássicos, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/5363
Appears in Collections:FL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfl109993_tm_texto_latino.pdfTexto latino188,23 kBAdobe PDFView/Open
ulfl109993_tm.pdfTese949,5 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE