Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/540
Título: A carreira da Índia e a criação do mercado intercolonial português : 1660-1750
Autor: Cunha, João Manuel de Almeida Teles e, 1967-
Orientador: Coelho, António Borges, 1928-
Almeida, A. A. Marques de, 1935-
Teses de doutoramento - 2009
Palavras-chave: Carreira da India
Comércio externo - Portugal - séc.17-18
Política comercial - Portugal - séc.17-18
Portugal - História - séc.17-18
Data de Defesa: 2007
Resumo: A presente tese trata das causas que levaram à criação de um mercado intercolonialportuguês no Atlântico sul a partir de 1660, entre as quais se destaca a importância da Carreira daÍndia como o seu eixo ordenador. Escapa, assim, à clausura de um espaço imperial, já que cruzavários, e à monocultura do produto dominante que classifica um ciclo económico, porque usa todosos que estão disponíveis e são passíveis de consumo. Atravessa os espaços e estabelece pontos decontacto e troca entre o império português, mas privilegiando a Carreira como agente indutor damudança. Partindo de um princípio lato e fluído, o mercado intercolonial caracteriza-se por ser localonde se procede à troca de produtos entre várias zonas de um determinado império, à revelia docentro, ou seja, sem passar pela metrópole. Quebrava-se, assim, o sistema de trocas montado a favordo centro, dando origem a um tráfico, informal primeiro e legalizado depois, entre as diversasparcelas imperiais. A sua evolução de 1660 a 1750 revela que se tratou de um processo negociado, entre ocentro e a sua periferia imperial, a partir do qual foram criadas diversas dinâmicas consoante o lugargeográfico de origem e os interesses em jogo. Nem tudo foi concorrência, já que se criaramcumplicidades entre os diversos agentes em presença, incluindo homens de negócio metropolitanose os seus congéneres brasileiros. Um dos dado mais interessantes, foi o amadurecimento dos seusagentes mediante as possibilidades que o comércio intercolonial lhes abria. O desenvolvimento foidesigual, mas as condições de origem também não eram as mesmas. Cada parte aproveitou aspossibilidades como soube e, sobretudo, como pôde. Por isso, o resultado final seria forçosamentedesigual.
The dissertation deals with the creation of a Portuguese inter-colonial market in the Southof the Atlantic from 1660 onwards, of which the most important cause was perhaps the Carreira daÍndia (India's Run), a maritime lane that worked as its guiding axis. Its scope is broader than theusual narrowness of a single imperial space, as it crosses from India to Brazil via Africa, anddiscards the monoculture of the imperial cycle dominating product, as its trade makes use of everyavailable merchandise. Besides crossing geographical boundaries, the inter-colonial commerceestablishes points of exchange within the Portuguese Empire, though it privileges the Carreira asits agent of change.By using a rather open and fluid concept, the inter-colonial market can be characterised asthe space where it takes place the exchange of products coming from within the same empire, butwithout the licence of the mother country. With its creation, the trading system mounted to favourthe imperial centre suffered a blow, as trade between the different parts of the empire wasestablished, first informally and then legally.Its evolution from 1660 until 1750 shows that it was a negotiated process between thecentre and its imperial periphery, from which several dynamic lines were created according to itsgeographical origin, and particular interests. Not everything was competition, as bonds wereestablished between the agents of the process, including between Portuguese and Brazilianmerchants. One of its outcomes was the growth of the merchants financial, commercial andtechnical capacity throughout the possibilities created by the inter-colonial trade. As the startingpoint of each part was different, so its development and achievements were ultimately uneven. Eachpart took advantage of the opportunities as good as they could. For that reason, the outcome wasnecessarily different.
Descrição: Tese de doutoramento, História (História Moderna), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2009
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000563988
http://hdl.handle.net/10451/540
Aparece nas colecções:FL - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
20517_ulsd_re490_capa_3.pdf167,98 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20518_ulsd_re490_folha_de_rosto_3.pdf176,08 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20519_ulsd_re490_resumotese_3.pdf72,97 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20520_ulsd_re490_reverso_folha_de_rosto3.pdf55,72 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20521_ulsd_re490_Indice_3.pdf167,03 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20522_ulsd_re490_Introducao_3.pdf192,01 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20523_ulsd_re490_001_3.pdf81,78 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20524_ulsd_re490_002_3.pdf446,97 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20525_ulsd_re490_003_3.pdf323,33 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20526_ulsd_re490_004_3.pdf334,54 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20527_ulsd_re490_005_3.pdf203,38 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20528_ulsd_re490_006_3.pdf178,54 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20529_ulsd_re490_007_3.pdf791,53 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20530_ulsd_re490_008_3.pdf688,54 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20531_ulsd_re490_009_3.pdf293,49 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20532_ulsd_re490_010_3.pdf363,04 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20533_ulsd_re490_011_3.pdf762,86 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20534_ulsd_re490_012_3.pdf495,18 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20535_ulsd_re490_013_3.pdf486,4 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20536_ulsd_re490_014_3.pdf351,3 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20537_ulsd_re490_015_3.pdf216,37 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20538_ulsd_re490_Apendice_3.pdf65,39 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20539_ulsd_re490_ApendiceII_3.pdf92,57 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20540_ulsd_re490_Fontese_bib_3.pdf367,31 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
20541_ulsd_re490_legendascarreira_3.pdf188,49 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.