Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5489

Título: Qual a relação entre o pensamento crítico e a aprendizagem de conteúdos de ciências por via experimental?: um estudo no 1º Ciclo
Autor: Miranda, Ricardo José Pinto
Orientador: Oliveira, Maurícia Maria Marques Mano de, 1951-
Palavras-chave: Actividades experimentais
Pensamento crítico
Aspectos de pensamento crítico
1º Ciclo do Ensino Básico
Teses de mestrado - 2009
Issue Date: 2009
Resumo: Este estudo teve como finalidade averiguar se a utilização de Actividades Experimentais de carácter investigativo, desenhadas à luz da taxonomia proposta por Ennis, pode constituir uma metodologia adequada, em contexto natural de sala de aula, para o desenvolvimento de capacidades de pensamento crítico nos alunos do 3.º ano de escolaridade, quando são abordados conteúdos do Estudo do Meio. Para esta investigação usou-se um modelo quasi-experimental com pré-teste e pós-teste, usando-se como fonte de dados os registos da observação das aulas experimentais e uma entrevista à docente do grupo experimental. A amostra deste estudo foi constituída por 55 alunos, dos quais 21 alunos formaram o grupo experimental e 34 alunos formaram o grupo de controlo. A investigação desenvolveu-se em cinco etapas. Na primeira etapa foram seleccionados os conteúdos a abordar e desenhados os Guiões para o professor e para os alunos. Na segunda etapa, todos os alunos foram submetidos ao Teste de Pensamento Crítico de Cornell (Nível X), com o objectivo de medir os valores do nível e aspectos de pensamento crítico. Na terceira etapa, decorreu a implementação do programa de intervenção com os alunos do grupo experimental, enquanto no grupo de controlo os mesmos conteúdos eram abordados conforme a metodologia habitualmente utilizada pelos professores deste ano de escolaridade. Na quarta etapa administrou-se de novo o mesmo teste de pensamento crítico com a intenção de detectar a evolução do nível e aspectos de pensamento crítico dos alunos da amostra e, por fim, na quinta etapa foi feita uma entrevista à docente do grupo experimental com o objectivo de avaliar do impacto do programa de intervenção sobre as aprendizagens de conteúdos, mobilização por parte dos alunos de capacidades de pensamento crítico em outras áreas curriculares, além da motivação gerada com a implementação do programa de intervenção para eventual desenvolvimento em práticas futuras. Os resultados obtidos apontam no sentido de que as actividades experimentais de carácter investigativo, desenhadas à luz da taxonomia de Ennis, permitem desenvolver o nível de pensamento crítico dos alunos, assim como alguns aspectos de pensamento crítico, revelando-se eficaz como estratégia a utilizar com os alunos em contexto de sala de aula.
This study aims to ascertain whether the use of lab activities with an investigative nature and designed based on the Ennis’ taxonomy are appropriated for the development of the critical thinking skills infused into science contents of 3rd grade pupils. A quasi-experimental study was carried out. Data were gathered using as sources pupils’ pre and post-test records, the classes observation records and an individual interview to the experimental group’s teacher. The sample was constituted by 55 pupils, 21 of them pertaining to the experimental group and 34 pupils to the control group. The research was developed in five phases. On the first phase the science contents were selected and the teacher’ guides as well as the pupils’ guides and activities were developed. On the second phase, the pupils performed the Cornell Critical Thinking Test (Level X), with the purpose of measuring their critical thinking level and aspects. During the third phase, the treatment was implemented in the experimental group, while in the control group the same contents were taught according to the methodology that teachers usually use. On the fourth phase, pupils performed again the same critical thinking test. Finally, on the last phase, the teacher of the experimental group was interviewed with the purpose of assessing pupils’ learning process and yet, if pupils used critical thinking skills in others curricular areas. Also, it was intended to find out if that particular teacher was willing to develop similar practices in the future due to the motivation generated with this kind of approach. The results show that the investigative nature of lab activities, designed in the light of Ennis’s taxonomy, allows the development of pupils’ critical thinking level, as well as some critical thinking aspects, thus revealing itself as an effective strategy to use with pupils on classroom context.
Descrição: Tese de mestrado, Educação (Didáctica das Ciências), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009
URI: http://hdl.handle.net/10451/5489
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc096328_Anexo_2.pdf2,63 MBAdobe PDFView/Open
ulfc096328_Anexo_1.pdf28,1 kBAdobe PDFView/Open
ulfc096328_Referencias.pdf58,19 kBAdobe PDFView/Open
ulfc096328_Apendice_B.pdf1,64 MBAdobe PDFView/Open
ulfc096328_Apendice_A2.pdf12,82 MBAdobe PDFView/Open
ulfc096328_Apendice_A1.pdf1,58 MBAdobe PDFView/Open
ulfc096328_5_conclusoes.pdf113,47 kBAdobe PDFView/Open
ulfc096328_4_analise_de_resultados.pdf209,96 kBAdobe PDFView/Open
ulfc096328_3_metodologia.pdf237,48 kBAdobe PDFView/Open
ulfc096328_2_revisao_de_literatura.pdf123,06 kBAdobe PDFView/Open
ulfc096328_1_Introducao.pdf65,12 kBAdobe PDFView/Open
ulfc096328_Resumo_Indice.pdf43,14 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia