Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5512

Título: Revegetação e seus efeitos na sucessão ecológica em pedreiras calcárias após exploração: a pedreira da Secil como caso-estudo
Autor: Mexia, Teresa Margarida Mendes, 1983-
Orientador: Correia, Otília da Conceição Alves, 1953-
Serrano, Artur Raposo Moniz, 1951-
Palavras-chave: Conservação da natureza
Ecologia
Pedreiras
Vegetação
Teses de mestrado - 2008
Issue Date: 2008
Resumo: A recuperação de ecossistemas profundamente perturbados pelo Homem, através dos processos naturais de sucessão ecológica, é muito lenta. Uma das actividades mais destrutivas é a exploração de pedreiras, pois remove totalmente o solo e as componentes vegetais e animais a ele associadas. Desta forma, o grau de degradação é tão profundo que a capacidade de recuperação fica gravemente limitada. No sentido de auxiliar essa mesma recuperação, têm sido desenvolvidas diferentes técnicas na área da ecologia da restauração, como o caso da revegetação levada a cabo na pedreira de calcário da SECIL, Serra da Arrábida (Portugal). Esta é realizada em patamares com intervalos de três anos, formando uma cronossequência com comunidades de diferentes idades. Com este trabalho procurou-se avaliar os efeitos da revegetação na sucessão dos grupos vegetação, artrópodes epígeos e micromamíferos em cinco locais bem distintos – três patamares com idades diferentes, um local na área natural (referência) e um na área ardida, ambas adjacentes à pedreira. Em relação à vegetação, esta parece estar a desenvolver-se no sentido da área de referência, sendo, no entanto, Pinus halepensis responsável pela maior diferença entre as áreas revegetadas e a natural. Embora seja importante nas fases iniciais da recuperação, esta espécie deve ser alvo de medidas de gestão de forma a direccionar o desenvolvimento da vegetação no sentido da área de referência. A similaridade de vários grupos de fauna (taxa de artrópodes, famílias de coleópteros e micromamíferos) entre os patamares e a área de referência, assim como a presença de muitas espécies de carabídeos e de arbustivas estabelecidas espontaneamente, indicam sucesso na colonização, podendo reflectir o êxito da estratégia de recuperação utilizada. Apesar de a área ardida ter sido perturbada há menos tempo, o processo de sucessão secundária natural e a proximidade física à área de referência parecem colocar este local num estádio mais avançado de recuperação.
The recovery of severely man-disturbed ecosystems, through natural ecological succession mechanisms, is a process that takes place over a long period of time. One of the most destructive activities is quarrying, which is responsible for the total depletion of the soil, as well as the associated vegetation and animal components. Thus, the degree of degradation is so deep that the recovery capacity is gravely affected. In order to assist this process, several techniques have been developed in the field of restoration ecology, such as the revegetation activities taking place at the SECIL limestone quarry within Serra da Arrábida (Portugal). The platforms are revegetated at three-year intervals, forming a chronosequence with differently aged communities. The main purpose of this work was to evaluate the effects of revegetation on the succession of three groups – vegetation, epigean arthropods and small mammals – in five areas: three platforms of different ages and two surrounding areas, one of them natural (reference) and the other recently disturbed by fire. The vegetation seems to be developing in the direction of the reference area. However, Pinus halepensis is the major responsible for the differences between this area and revegetated ones. Even though this species is important in the initial stages of recovery, management measures should be taken regarding the situation of the reference area. The existing similarity of various groups of animals (arthropods taxa, beetle families and small mammals) between the revegetated areas and the reference, in conjunction with the presence of many carabid species, as well as the spontaneous establishment of shrubs, indicate success in the process of colonization, and may also be a sign of success of the employed recovery strategy. Although the burned area had been disturbed more recently than the revegetated areas, the process of natural secondary succession taking place and the spatial proximity to the reference may have taken this site to a more advanced recovery state.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Biologia da Conservação). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2008
URI: http://hdl.handle.net/10451/5512
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc090734_tm_teresa_mexia.pdf21,77 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE