Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5609

Título: Morfodinâmica do sistema praia-duna como indicador de sensibilidade ambiental
Autor: Costa, João Campos, 1986-
Andrade, Francisco, 1956-
Orientador: Andrade, Francisco, 1956-
Palavras-chave: Estuários
Dunas
Península de Tróia - Setúbal - Portugal
Setúbal - Portugal
Issue Date: 2009
Resumo: À semelhança de outras, a costa portuguesa é extremamente dinâmica, já que é modelada por diversos factores forçadores. Por esse motivo, o objectivo deste trabalho foi estudar a morfodinâmica de um trecho de costa da península de Tróia, localizado a sul de “Soltroia” que, até à data, era pouco estudado. Assim, com o intuito de compreender a dinâmica local, analisaram-se os principais factores forçadores – o vento e a agitação marítima. Para compreensão das respostas do meio a estes factores estudaram-se mensalmente, entre Novembro de 2008 e Maio de 2009 com recurso a um perfilador, oito perfis de praia representativos da área de estudo, que foram previamente seleccionados. Analisou-se também a vegetação circundante a cada perfil (a nível de espécies e do comprimento vegetado de cada perfil) e fez-se ainda uma recolha de sedimento em cada perfil, na área do último espraio e na crista da berma. Estas amostras foram posteriormente analisadas quanto à granulometria, teor em carbonatos e teor em matéria orgânica. Foram detectados dois padrões diferentes de comportamento dos factores forçadores, que levaram a respostas muito distintas do meio. Um padrão característico de temporal, aliado a erosão (perfis curtos, com uma área total menor e com uma extensão vegetada reduzida) e um padrão de acalmia, no qual se detectou acreção (perfis longos, com uma área total maior e com uma extensão vegetada superior). Da análise sedimentológica depreendeu-se que o calibre da areia foi tendencialmente maior em padrões de temporal do que em padrões de acalmia. Concluiu-se que existe uma variabilidade sazonal das condições ambientais, que se reflectem claramente na modelação da costa na área de estudo. Tal facto permitiu, assim, estabelecer uma previsão do comportamento da praia consoante as condições do meio.
The portuguese coast, like many others, is extremely dynamic as it is modeled by various forcing factors. In view of this, the objective of this project was to study the morphodynamics of a stretch of coast belonging to the Tróia peninsula, south of “Soltroia”, which up to now has been object of few studies. In order to understand the local dynamics, the main forcing factors were analyzed – wind and oceanic agitation. The environmental responses to these factors were studied on a monthly basis, from November 2008 to May 2009. A profiler, consisting of eight previously chosen beach profiles which represent the study area, was used. The vegetation surrounding each profile was analyzed (in terms of species and the vegetated length of each profile) and sediment was collected in each profile, in the area of the last swash and on the berm crest. The granulometry, carbonate content and organic matter content of these samples were subsequently analyzed. Two different behavioural patterns of the forcing factors were detected, which led to distinct environmental responses. A characteristic storm pattern, combined with erosion (short profiles, with a small total area and a short vegetated stretch) and a lull pattern where accretion was observed (long profiles with a larger total area and a longer vegetated stretch). The sediment analysis revealed that the calibre of the sand particles tended to be larger in storm patterns than in lull patterns. It was concluded that there is seasonal variability in environmental conditions, which are clearly reflected in the coastal modelling of the study area. This fact made it possible to predict the beach’s behaviour according to the environmental conditions.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Ecologia Marinha). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009
URI: http://hdl.handle.net/10451/5609
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc080747_tm_joao_costa.pdf8,05 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE