Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5660

Título: Propagação de um invasor: passado, presente e futuro de Procambarus clarkii no noroeste de Portugal
Autor: Moreira, Francisco Dias, 1987-
Orientador: Rebelo, Rui Miguel Borges Sampaio e, 1969-
Reis, Margarida Santos, 1955-
Palavras-chave: Crustáceos
Espécies invasoras
Dispersão
Modelação ecológica
Portugal
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Resumo: O lagostim-vermelho-do-Luisiana (Procambarus clarkii, Girard 1852) foi introduzido pela primeira vez na Península Ibérica em 1973 em Espanha e registado em Portugal pela primeira vez em 1979 no rio Caia (Ramos & Pereira 1981), tendo-se expandido, por dispersão natural e transporte humano, para o Norte da Península desde então. A modelação da distribuição desta espécie em áreas invadidas foi já tentada por diferentes autores, utilizando quer variáveis amostradas a nível local, quer a nível regional. O objectivo principal deste trabalho foi caracterizar a invasão por P. clarkii nas bacias do Noroeste de Portugal, onde esta espécie chegou muito recentemente. Em primeiro lugar a pesquisa de datas de chegada da espécie a cada bacia permitiu concluir que provavelmente a espécie ainda se encontra em expansão e que esta invasão terá sido impulsionada por transporte humano. Foi também feita uma campanha de armadilhagem entre Julho e Outubro de 2010 em 81 locais dentro da área de estudo, em 5 diferentes bacias. De seguida, a distribuição da espécie foi modelada utilizando 41 pontos, tendo sido criados dois modelos: um baseado em variáveis locais amostradas e outro nas variáveis de temperatura descritas por Capinha & Anastácio (2011). O modelo local apresenta variáveis já identificadas noutros trabalhos como é o caso da altitude, e da largura e da profundidade do curso de água. Ambos os modelos foram utilizados para fazer previsões sobre quais dos 40 locais não utilizados na modelação apresentam condições ambientais propícias ao estabelecimento da espécie no futuro. A existência de muitos locais ainda por invadir veio suportar a hipótese de que a espécie se encontra ainda em expansão. O cálculo do número de anos que a espécie demorará a chegar aos locais com alto índice de adequabilidade permitiu concluir que existem muitos locais passíveis de ser invadidos nos próximos 15 anos.
The red swamp crayfish (Procambarus clarkii, Girard 1852) is an invasive species that was first introduced in the Iberian Peninsula in 1973 in south-western Spain. It was first recorded in Portugal in 1979 and has expanded its distribution, by both natural dispersion and anthropogenic transport, to the north of the Peninsula ever since. The distribution of this species in invaded areas has been subject to modeling efforts by several authors with both locally sampled variables and regional variables. The main goal in this study was to characterize this invasion for the main basins of the Northwest of Portugal. The first conclusion taken from the analysis of the years of arrival of this species to each basin is that P. clarkii is most likely still in an invading process which has been enhanced by human transportation within this area. A trapping campaign (between July and October 2010) in 81 different areas allowed a characterization of the distribution of the species. Out of all the points, 41 were chosen to model the distribution of this species in two different ways: based on locally sampled variables and based on the temperature variables described by Capinha & Anastácio (2011). This first model includes variables that had already been identified for its influence in this species, such as altitude, and river width and depth. Both models were used to evaluate which of the 40 points not used previously presented a suitable habitat for the species to expand in the future. The existence of several suitable areas yet to be invaded supports the hypothesis that the species is still expanding its distribution. The number of years that will take for the species to reach the still uninvaded areas was calculated. This analysis concluded that there are several stream sections in risk of being invaded in the next 15 years.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Biologia da Conservação). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/5660
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc092704_tm_francisco_moreira.pdf7,18 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia