Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Instituto de Educação (IE) >
IE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5684

Title: Atitudes dos jovens face à leitura e a si próprios : um estudo com alunos do 7.º e 9.º ano
Authors: Manata, Elisabete Filipe, 1964-
Advisor: Veiga, Feliciano Henriques, 1952-
Keywords: Hábitos de leitura
Autoconceito
Auto-estima
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Abstract: Leitura e literacia são duas competências que se revestem da maior importância na vida de qualquer indivíduo. Promover e estimular os hábitos e o gosto da primeira, bem como assegurar a capacidade da segunda tornou-se num objetivo de esforço coletivo para o desenvolvimento individual e para o progresso da sociedade, onde pais, professores e governantes desempenham um papel crucial. O presente estudo procura descortinar, numa perspetiva exploratória, e a partir de dez questões de estudo, as relações que existem entre as atitudes face à leitura e a si próprios, em alunos do 7.º e 9.º anos, bem como verificar como se distribuem os seus comportamentos, no que diz respeito ao interesse pela leitura e à perceção de si como leitores, cruzando, ainda estes dois aspetos com outras variáveis, como sejam: retenções, idade, ano de estudo desejado e habilitações dos pais. Averiguou-se, ainda, se havia diferenças no interesse pela leitura e na perceção de si como leitores em função do género e do ano de escolaridade. Os sujeitos da amostra foram alunos do 7.º e 9.º anos de escolaridade que frequentavam uma escola básica do 2.º e 3.º ciclos, em Lisboa, num total de 283. Para avaliar o autoconceito foi utilizada a escala “Piers-Harris Children’s Self-Concept Scale” (PHCSCS-2), na sua adaptação para Portugal (Veiga, 2005, 2006). Para avaliar os comportamentos face à leitura, recorreu-se a Inquéritos Educacionais elaborados para o efeito, a fim de determinar o interesse pela leitura e a perceção de si como leitores. A análise dos resultados permitiu encontrar relações entre os comportamentos de leitura, no que diz respeito ao seu interesse e à perceção de si como leitor, e as seguintes dimensões do autoconceito: aspeto comportamental e estatuto intelectual e escolar. O estudo, que se insere numa metodologia investigativa quantitativa, inclui a discussão dos resultados, bem como a sua comparação com outras investigações e remete, ainda, para a necessidade de novas pesquisas, em função de novas variáveis e ao longo da escolaridade.
Reading and literacy are two major components in the daily life of an individual. Promoting and stimulating the habit of reading and the taste for it, as well as assuring the ability of literacy, has become a major collective goal in the individual development and in the progress of Portuguese society, where parents, teachers and rulers perform a crucial role. Raising ten issues of study, in an exploratory research perspective, the general objective of this study is to understand the potential relationships between the attitudes towards reading and themselves, in 7th and 9th grade students, as well as trying to understand how reading behaviours are distributed in what concerns reading interest and self-perception as readers. These aspects were also crossed with other variables, such as school retentions, age, years of study expected by the students and parents’ educational background. In this research it was also attempted to assess the differences in reading interest and the student’s self perception as a reader as a function of gender and grade. The sample included 283 students, both of the 7th and the 9th grade students who attended middle school in Lisbon. The “Piers-Harris Children’s Self-Concept Scale” (PHCSCS-2), adapted to Portugal (Veiga, 2005, 2006), was used to assess the self-concept. To assess students’ behaviour towards reading, Education Surveys were created for this purpose. The analysis of the results allowed the finding of relationships between the behaviour of the students towards reading, in what concerns its interest, as well as their self perception as readers and the following dimensions of self-concept: behavioural adjustment and intellectual and school status. The approach used in this study was done according to the quantitative research methodology and includes a discussion of the results and their comparison with other investigations, citing the need for further research in accordance to new variables and lifelong education.
Description: Tese de mestrado, Educação (Formação Pessoal e Social), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/5684
Appears in Collections:IE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfpie039817_tm.pdf1.58 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE