Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/5788
Título: Acerca da articulação de perspectivas e da construção teórica em avaliação educacional
Autor: Fernandes, Domingos
Palavras-chave: Avaliação Educacional
Teoria da Avaliação
Abordagens de Avaliação
Epistemologia da Avaliação
Práticas de Avaliação
Metodologia da Avaliação
Data: 2010
Editora: Cortez Editora
Citação: Fernandes, D. (2010). Acerca da articulação de perspectivas e da construção teórica em avaliação educacional. In M. T. Esteban e A. J. Afonso (Orgs.), Olhares e interfaces: Reflexões críticas sobre a avaliação, pp. 15-44. São Paulo: Cortez.
Resumo: É geralmente aceite que a avaliação educacional é uma disciplina emergente, de natureza científica, capaz de produzir conhecimento acerca das realidades sociais e de formular juízos acerca do valor e do mérito de um determinado ente. A principal finalidade deste artigo foi produzir reflexões que pudessem contribuir para o desenvolvimento teórico e prático da avaliação em educação. Neste sentido foram tidas em conta a diversidade de abordagens, perspectivas e teorias referidas na literatura e a própria experiência do autor no domínio da avaliação. No essencial foram discutidas três questões: a) a existência de uma grande diversidade de abordagens de avaliação e a necessidade de um discernimento pragmático que promova práticas mais úteis, mais consistentes e mais credíveis; b) o contributo que a avaliação orientada pela teoria pode dar para clarificar e integrar uma variedade de abordagens próximas das perspectivas objectivistas; e c) a relevância das práticas e das experiências vividas pelos avaliadores e pelos participantes no enriquecimento teórico e prático das avaliações, agregando as abordagens mais subjectivistas. Entre as reflexões e conclusões apresentadas devem destacar-se a necessidade de se consolidar a avaliação como disciplina científica, rejeitando a ideia de que se trata de uma mera aplicação dos métodos das ciências sociais, a importância de se considerar que a teoria e a prática são fontes complementares de produção de conhecimento, a relevância da participação das pessoas nos processos de avaliação e a importância da integração de perspectivas e de abordagens como forma de contrariar certas avaliações modernas que não propõem mais do que uma certa domesticação da forma de reflectir dos avaliadores acerca do que funciona e do que não funciona na hora de melhorar o que quer que seja.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/5788
ISBN: 978-85-249-1623-6
Aparece nas colecções:IE - GIAE - Capítulos de Livros

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Acerca da articulação de perspectivas.pdf624,93 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.