Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Instituto de Educação (IE) >
GI Avaliação Educacional (IE-GIAE) >
IE - GIAE - Capítulos de Livros >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5788

Título: Acerca da articulação de perspectivas e da construção teórica em avaliação educacional
Autor: Fernandes, Domingos
Palavras-chave: Avaliação Educacional
Teoria da Avaliação
Abordagens de Avaliação
Epistemologia da Avaliação
Práticas de Avaliação
Metodologia da Avaliação
Issue Date: 2010
Editora: Cortez Editora
Citação: Fernandes, D. (2010). Acerca da articulação de perspectivas e da construção teórica em avaliação educacional. In M. T. Esteban e A. J. Afonso (Orgs.), Olhares e interfaces: Reflexões críticas sobre a avaliação, pp. 15-44. São Paulo: Cortez.
Resumo: É geralmente aceite que a avaliação educacional é uma disciplina emergente, de natureza científica, capaz de produzir conhecimento acerca das realidades sociais e de formular juízos acerca do valor e do mérito de um determinado ente. A principal finalidade deste artigo foi produzir reflexões que pudessem contribuir para o desenvolvimento teórico e prático da avaliação em educação. Neste sentido foram tidas em conta a diversidade de abordagens, perspectivas e teorias referidas na literatura e a própria experiência do autor no domínio da avaliação. No essencial foram discutidas três questões: a) a existência de uma grande diversidade de abordagens de avaliação e a necessidade de um discernimento pragmático que promova práticas mais úteis, mais consistentes e mais credíveis; b) o contributo que a avaliação orientada pela teoria pode dar para clarificar e integrar uma variedade de abordagens próximas das perspectivas objectivistas; e c) a relevância das práticas e das experiências vividas pelos avaliadores e pelos participantes no enriquecimento teórico e prático das avaliações, agregando as abordagens mais subjectivistas. Entre as reflexões e conclusões apresentadas devem destacar-se a necessidade de se consolidar a avaliação como disciplina científica, rejeitando a ideia de que se trata de uma mera aplicação dos métodos das ciências sociais, a importância de se considerar que a teoria e a prática são fontes complementares de produção de conhecimento, a relevância da participação das pessoas nos processos de avaliação e a importância da integração de perspectivas e de abordagens como forma de contrariar certas avaliações modernas que não propõem mais do que uma certa domesticação da forma de reflectir dos avaliadores acerca do que funciona e do que não funciona na hora de melhorar o que quer que seja.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/5788
ISBN: 978-85-249-1623-6
Appears in Collections:IE - GIAE - Capítulos de Livros

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Acerca da articulação de perspectivas.pdf624,93 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia