Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/5889
Título: A República e o Livro Escolar
Autor: Magalhães, Justino
Palavras-chave: República
Livro Escolar
Leitura
Data: 2011
Editora: Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República – CNCCR, 1910
Citação: Magalhães, Justino (2011). A República e o Livro Escolar. In Proença, Maria Cândida (Coord). Educar. Educação para Todos. Ensino na I República. Lisboa: Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República – CNCCR, 1910, pp. 98-111
Resumo: Neste estudo, partirei do princípio de que o livro é central na alfabetização escolar e de que a regimentalização da escola, inerente e necessária à República, teve uma política concertada sobre a leitura, o livro e muito particularmente sobre o livro escolar. Essa intervenção foi no sentido da actualização, científica e pedagógica, e da conciliação de um ideário de progresso e patriotismo. Prosseguia assim a centralidade de uma escolarização e de uma aculturação assentes no livro, revista com o Iluminismo de Estado e regulamentada pelos Liberais. Para além dos aspectos político-pedagógicos, em virtude dos quais, a leitura e o livro (particularmente o livro escolar) estiveram inseridos na alçada do Conselho Superior de Instrução Pública, concretava-se, nas sucessivas Comissões técnicas, que o substituíram, a idiossincrasia entre a república das letras e a república de cidadãos, cumprindo a escola uma função pragmática e legitimadora da hierarquia e da constituição sociopolítica.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10451/5889
ISBN: 978-972-27-1840-0
Aparece nas colecções:IE - GIHE - Capítulos de Livros

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A República e o Livro Escolar1.pdf442,7 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.