Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (IGOT) >
IGOT - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5989

Título: As cheias rápidas em bacias hidrográficas da AML norte: factores condicionantes e desencadeantes
Autor: Leal, Miguel Henrique Alfaia,1988-
Orientador: Ramos, Catarina,1958-
Palavras-chave: Inundações - Área Metropolitana de Lisboa (Portugal)
Precipitação (Meteorologia) - Área Metropolitana de Lisboa (Portugal)
Bacias hidrográficas - Área Metropolitana de Lisboa (Portugal)
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Resumo: As cheias na Área Metropolitana de Lisboa (AML) e, particularmente, na AML Norte, ocorrem com alguma frequência, tornando-a uma região de elevado interesse científico. Foram escolhidas 12 pequenas bacias hidrográficas aí localizadas (Colares, Vinhas, Caparide, Laje, Barcarena, Jamor, Trancão (bacia), Trancão (sub-bacia), Póvoa, Loures, Fanhões e Alpriate), para se avaliarem os factores condicionantes das cheias em cada uma delas. Foram estudadas as características físicas (geometria, substrato geológico, relevo e rede de drenagem) de cada uma das bacias, o que permitiu estabelecer uma classificação de susceptibilidade natural às cheias. Também foram analisadas as componentes variáveis (uso do solo), constituindo-se uma classificação de susceptibilidade antrópica. A avaliação dos factores condicionantes das bacias, expressa pela susceptibilidade final, resultou da combinação entre as componentes permanentes e variáveis. Analisou-se igualmente a evolução da ocupação dos leitos de cheia das bacias hidrográficas estudadas entre 1990 e 2006, o que permitiu detectar uma situação continuada de desordenamento das áreas ribeirinhas. O estudo dos factores desencadeantes é outra parte importante deste trabalho. Utilizaram-se 7 estações meteorológicas da rede do INAG: Arranhó, Cacém, Caneças, Milharado, Quinta do Pisão, Sacavém de Cima e São Julião do Tojal. Os dados de precipitação são de particular relevância na AML Norte porque praticamente não existem dados hidrométricos, o que limita o processo de investigação. Foram, por isso, analisadas as precipitações intensas nessas 7 estações, de modo a serem obtidos padrões de distribuição espacial e temporal, assim como os períodos de retorno. Procurou-se perceber quais as bacias mais afectadas pelas cheias e quais os meses em que estas mais ocorrem. Devido às limitações impostas pelos escassos registos de caudais, também o estudo das cheias ocorridas foi efectuado com base nos dados de precipitação. Foi dada especial atenção às cheias de 1967, 1983 e 2008. O facto de estarem disponíveis dados horários de precipitação para 2008, permitiu investigar este evento com maior detalhe. Por fim, a utilização de métodos empíricos permitiu calcular os caudais de ponta de cheia nas várias bacias para diversas durações e estimar os impactes do crescimento urbano nos respectivos comportamentos hidrológicos, designadamente nos tempos de concentração.
ABSTRACT The floods in Lisbon Metropolitan Area (LMA) and, particularly, in LMA North occur frequently. Therefore, this region has a high scientific interest. To evaluate the conditioning factors of floods 12 small drainage basins in LMA North were chosen: Colares, Vinhas, Caparide, Laje, Barcarena, Jamor, Trancão (basin), Trancão (sub-basin), Póvoa, Loures, Fanhões and Alpriate. Their physical characteristics (geometry, geological substrate, relief and drainage network) were studied to create a classification of flood natural susceptibility. Their variable components (land use) were also analysed to develop a classification of anthropogenic susceptibility. The evaluation of conditioning factors, expressed by final susceptibility, was done by the combination of permanent and variable components. The floodplains occupation and its evolution between 1990 and 2006 were also checked. This allowed us to detect a continuous situation of riverine mismanagement. The triggering factors analysis is another important part of this work. Seven meteorological stations were used: Arranhó, Cacém, Caneças, Milharado, Quinta do Pisão, Sacavém de Cima and São Julião do Tojal. The rainfall data are especially important in LMA North because there are almost no hydrometric data, which had limited the research process. Therefore, the heavy rainfall on these seven stations was examined to obtain its spatial and temporal distribution, as well as the return periods. We tried to understand which are the drainage basins more affected by the floods and which are the months with more floods. Due to the limitations imposed by scarce discharge records, the study of floods was also based on rainfall data. Special attention was given to the floods of 1967, 1983 and 2008. The existence of hourly precipitation data for 2008 allowed us a more detailed investigation of this event. Finally, the use of empirical methods permitted us to calculate the flood peak discharges in the aforementioned drainage basins and to estimate the impacts of urban growth in their hydrologic behaviour, particularly in concentration times.
Descrição: Tese de mestrado, Geografia - Geografia Física e Ordenamento do Território, Universidade de Lisboa, Instituto de Geografia e Ordenamento do Território, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/5989
Appears in Collections:IGOT - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
igotul001416_tm.pdf81,96 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia