Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Medicina (FM) >
FM - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/5994

Title: Delinquência juvenil : estudo de algumas variáveis psicológicas e relacionais com ênfase nos traços psicopáticos
Authors: Pechorro, Pedro Fernandes dos Santos, 1975-
Advisor: Vieira, Rui Xavier, 1950-
Poiares, Carlos, 1956-
Transtorno da conduta
Keywords: Teses de doutoramento - 2012
Delinquência juvenil
Transtornos da personalidade
Auto-estima
Aceitação social
Transtorno da conduta
Issue Date: 2011
Abstract: Na presente investigação pretendeu-se analisar a influência de algumas variáveis psicológicas e relacionais na delinquência juvenil, com especial ênfase nos traços psicopáticos, mas focando também outras variáveis como problemas de comportamento, delinquência auto-relatada, auto-estima e desejabilidade social. Foi também analisada a influência de variáveis sócio-demográficas e de tipo criminal. Para avaliação dos constructos em estudo efectuou-se a validação de diversos instrumentos psicométricos, nomeadamente do Dispositivo de Despiste de Processo Anti-social versão de auto-resposta (APSD-SR; Muñoz & Frick, 2007), do Questionário de Capacidades e de Dificuldades versão de auto-resposta (SDQ-SR; Goodman et al., 1998), da Escala de Delinquência Auto-relatada Adaptada (ASDS; Carroll et al., 1996), da Escala de Auto-estima de Rosenberg (RSES; Rosenberg, 1989) e da Escala de Desejabilidade Social de Marlowe-Crowne (Ballard, 1992) versão curta, além de se ter construído um questionário sócio-demográfico e um questionário de tipo criminal. Recorreu-se a uma amostra total de 760 participantes, subdividida numa amostra forense de 250 participantes dos sexos masculino (n = 221) e feminino (n = 29) provenientes dos Centros Educativos do Ministério da Justiça e numa amostra escolar de 510 participantes do sexo masculino (n = 322) e do sexo feminino (n = 188) provenientes de escolas da região da Grande Lisboa. Os resultados das validações dos instrumentos psicométricos de uma forma geral foram considerados de satisfatórios a bons, com excepção do SDQ-SR devido a problemas detectados na estrutura factorial e na consistência interna. Os resultados relativos aos testes das hipóteses indicaram que os jovens da amostra forense possuem características psicológicas e relacionais (e.g., traços psicopáticos, problemas de comportamento, comportamentos delinquentes, auto-estima) que permitem diferenciá-los da amostra escolar; os jovens do sexo masculino da amostra forense apresentam valores gerais mais altos de traços psicopáticos e de traços calosos/não-emocionais que as jovens do sexo feminino. Os jovens com traços psicopáticos altos apresentam valores nas variáveis analisadas (e.g., problemas de comportamento, comportamentos delinquentes, precocidade de envolvimento em actividades criminais, precocidade de envolvimento com o sistema judicial) que permitem diferenciá-los dos jovens com traços psicopáticos baixos. Existe capacidade de previsão de pertença a amostras e a grupos diferentes com base nas variáveis analisadas (e.g., traços psicopáticos, problemas de comportamento), e o narcisismo tem uma associação mais forte com a delinquência auto-relatada que a auto-estima.
This investigation had as its aim to analyze the influence of some psychological and relational variables on juvenile delinquency, with an emphasis on psychopathic traits, but also focusing on such variables as behavior problems, self-reported delinquency, selfesteem, and social desirability. The influence of some sociodemographic and criminal variables was also analyzed. Some psychometric instruments were translated into Portuguese and validated, namely the Antisocial Process Screening Device Self-report (APSD-SR; Muñoz & Frick, 2007), the Strengths and Difficulties Questionnaire Selfreport (SDQ-SR; Goodman et al., 1998), the Adapted Self-reported Delinquency Scale (ASDS; Carroll et al., 1996), the Rosenberg Self-Esteem Scale (RSES, Rosenberg, 1989), and the Marlowe-Crowne Social Desirability Scale short version (MCSDS-SF; Ballard, 1992). A sociodemographic questionnaire and a criminal questionnaire were also used. The total sample was composed of 760 participants. It was subdivided in a forensic sample of 250 participants of the male (n = 221) and female (n = 29) genders from the juvenile detention centers of the Portuguese Ministry of Justice, and in a school sample of 510 participants of the male (n = 322) and female (n = 188) genders from the public schools of the greater Lisbon area. The results of the validation of the psychometric instruments reached satisfactory to good levels, with the exception of the SDQ-SR due to the problems detected in its factor structure and internal consistency. The results revealed that the juvenile delinquents possess distinct psychological and relational characteristics (e.g., psychopathic traits, behavior problems, delinquent behaviors, self-esteem) that can differentiate them from the school participants; also the male participants from the forensic sample possess higher general psychopathic traits and callous-unemotional traits. The participants with higher psychopathic traits score distinctively on the analyzed variables (e.g., behavior problems, delinquent behaviors, early life participation on criminal X activities, early life involvement with the judicial system). There is a prediction capability regarding samples and groups based on the analyzed variables (e.g., psychopathic traits, behavior problems), and narcissism has a stronger association with self-reported delinquent behaviors than self-esteem.
Description: Tese de doutoramento, Ciências e Tecnologias da Saúde (Medicina Legal e Ciências Forenses), Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/5994
Appears in Collections:FM - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd062466_td_Pedro_Pechorro.pdf3.36 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE