Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/6035
Título: Desafios ao desenvolvimento profissional : do trabalho colaborativo ao nível da escola a um grupo sobre a escrita
Autor: Almeida, Maria Teresa Fragoso de, 1951-
Orientador: Simão, Ana Margarida Veiga, 1957-
Palavras-chave: Desenvolvimento profissional - Professores
Trabalho colaborativo
Teses de doutoramento - 2012
Data de Defesa: 2011
Resumo: O mundo actual coloca desafios constantes a todos os cidadãos como resultado da alteração da realidade em que vivemos. Estes desafios, no caso da formação de professores, apelam a um questionamento constante da sua profissionalidade docente. Investigações recentes nesta área têm vindo a reforçar a importância de modalidades de formação colaborativa, realizadas em contexto. A grande finalidade deste estudo foi tentar compreender os factores que potenciam ou inibem o trabalho colaborativo, numa escola da cidade de Lisboa. Com esse propósito, desenvolvemos um projecto de dinamização de uma modalidade de formação, em contexto colaborativo, na comunidade educativa dessa escola, onde se constituíram vários grupos de trabalho. Num dos grupos, sobre a composição escrita, desenvolveu-se um processo de investigação-formação colaborativa, focado na indagação das práticas dos professores. Tentámos compreender as potencialidades e constrangimentos que podem surgir, com esta modalidade de formação e, ainda, se esta contribuía para a consciencialização dos processos de escrita dos professores e alterava as suas concepções e práticas. Para tal, colocámo-nos na situação de aprendentes/ensinantes da escrita de textos. Utilizámos uma metodologia qualitativa. Os dados foram recolhidos através de várias técnicas e instrumentos, como: questionário, observação, estimulação da recordação, análise de artefactos dos professores, textos escritos pelos mesmos e respectiva reflexão. Para análise de alguns dados, utilizámos a análise de conteúdo. Nas conclusões deste estudo, salientamos, ao nível da escola, que não podemos referir-nos a uma formação colaborativa consistente, mas, antes, confortável. No grupo colaborativo, os professores reconheceram que partilharam experiências e ideias e que aumentaram a auto – avaliação sobre suas as práticas. Neste caso, a colaboração situou-se ao nível da partilha. Relativamente à escrita, os professores referiram uma compreensão mais profunda do processo de escrita e, nos alunos, uma melhoria na construção dos textos. Será essencial promover a formação colaborativa de professores, quer a inicial, quer a contínua, e criar condições, nas escolas, potenciadoras desta modalidade de formação. Será importante, também, criar estratégias de apoio a comunidades de aprendizagem colaborativa, entre diferentes escolas e entre as escolas e as entidades formadoras de professores.
Citizens of today are constantly challenged as a result of the change in reality we face. These challenges regarding teachers´ training, constantly question teaching professionalism. Recent investigation in this area has reinforced the importance of collaborative training modalities, taken place in context. The great objective of this study is the understanding of factors that enhance or inhibit collaborative work in a school, in the city of Lisbon. With this purpose we have developed a project to encourage a model of training in a collaborative context in the educational community of this school, where many colleagues were put in groups to work together. In one group, regarding written composition, we developed a process of collaborative research-training focused on the questioning of teacher’s practices. We tried to understand the potential and constraints which may arise through this modal of training, including whether it contributed towards the teachers´ awareness of the process of writing and if it changed their concepts and practices. In order to do so, we placed ourselves in the position of learners/teachers writing texts. We chose a qualitative methodology as being the best and most suited for the study. Data was collected through several techniques and instruments such as: questionnaires, observation, memory stimulation, analyses of teachers´ artifacts, texts written by the teachers themselves and their respective reflection. To analyze certain data we used content analyses. In the conclusions of the study we can’t refer to a consistent collaborative training, but to a comfortable collaboration. In the collaborative group, teachers recognized that they shared experiences and ideas and enhanced their self-evaluation about their practices. In this case, the collaboration is similar to sharing. Regarding written composition teachers refer a deeper understanding of the writing process and the improvement of the student´s text construction. It will be essential to promote the initial or continuous collaborative training of teachers. In order for this to happen, conditions must be created in schools that enhance this modal of training. It should also be important to create supporting strategies for communities of collaborative learning, within different schools and between schools and the teacher training organizations.
Descrição: Tese de doutoramento, Educação (Formação de Professores), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/6035
Aparece nas colecções:IE - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd062497_td_anexo_19.pdf299,85 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_18.pdf108,59 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_17.pdf197,86 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_16_3.pdf469,81 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_16_2.pdf71,29 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_16_1.pdf145,42 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_15.pdf316,88 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_14.pdf232 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_13_2.pdf799,83 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_13_1.pdf68,87 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_12.pdf83,44 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_11.pdf129,69 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_9.pdf170,89 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_8.pdf1,06 MBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_7.pdf168,79 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_6.pdf355,84 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_5.pdf76,96 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_4_3.pdf562,14 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_4_2.pdf117,07 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_4_1.pdf69,6 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_3.pdf50,55 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_2.pdf423,91 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_anexo_1.pdf194,91 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_referencias_bibliograficas.pdf278,59 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_tese.pdf1,89 MBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_resumos.pdf135,64 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_indices.pdf332,82 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_agradecimentos.pdf125,75 kBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd062497_td_capa.pdf253,24 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.