Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia (FP) >
FP - Comunicações >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/6194

Título: Desenvolvimento de Procedimentos de Avaliação Funcional de Dificuldades na Aprendizagem da Leitura e da Escrita no Ensino Básico
Autor: Gonçalves, Maria Dulce Miguéns, 1961-
Palavras-chave: Dificuldades de Aprendizagem
Avaliação Funcional
Fluência da Leitura Oral
Composição Escrita
Issue Date: 2011
Citação: Colóquio Internacional: Leitura, Processamento da Língua Materna, 2011
Resumo: No âmbito de um conjunto de investigações sobre Avaliação Funcional de Dificuldades na Aprendizagem desenvolvidas nos últimos anos na Secção de Psicologia da Educação da Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa, a autora sugere alguns procedimentos para o estudo de relações entre dificuldades na aprendizagem da leitura e dificuldades na aprendizagem da composição escrita. A avaliação funcional requer a monitorização do modo como evolui a aprendizagem dos alunos, com base numa multiplicidade de indicadores sensíveis a mudanças, mesmo quando estas ainda são pouco significativas. No apoio psicopedagógico individual ou em procedimentos RTI (Response to Intervention), no contexto da turma, da escola ou do gabinete de apoio, psicólogos e professores, terapeutas e educadores necessitam de instrumentos para uma aplicação repetida, com escalas amplas que permitam distinguir entre uma enorme diversidade de desempenhos, que permitam acompanhar o modo como esses desempenhos evoluem, semana após semana, mês após mês, individualmente ou em grupo. Além disso, estes instrumentos devem possibilitar aplicações com diferentes graus de precisão e complexidade, em função dos objectivos, do grau de especialização e da disponibilidade dos participantes. Isto é, a avaliação funcional requer instrumentos que permitam a opção entre diferentes níveis de análise e de precisão na medida, para utilização também em situações de tutoria e auto-avaliação, por professores, pelos próprios alunos ou mesmo em colaboração com pais e outros educadores, mesmo de uma forma simples e informal. Neste sentido, sugerem-se procedimentos de avaliação com base no currículo já traduzidos e testados no contexto nacional em grupos de alunos do Ensino Básico (AICE, APE, Procedimento “Ler Melhor”). Analisam-se perspectivas futuras para esta linha de investigação e aplicações educacionais para a promoção da leitura e da escrita em contexto educacional, tendo em vista a superação de dificuldades na aprendizagem, a monitorização do desempenho em tarefas de leitura e escrita, a formação de professores e de outros agentes educativos, o aconselhamento e a consultoria educacional, bem como a implementação de práticas de gestão pela qualidade em contexto educacional.
Arbitragem científica: no
URI: http://hdl.handle.net/10451/6194
Appears in Collections:FP - Comunicações

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Poster_FL_Nov2011.pdf6,42 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE