Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/6250
Título: Funções usando o software Graph : um estudo com alunos de um Curso de Educação e Formação (Tipo 2)
Autor: Bárrios, Alice de Fátima Ribeiro, 1975-
Orientador: Oliveira, Hélia Margarida Aparício Pintão de, 1965-
Palavras-chave: Funções (Matemática)
Didáctica da matemática
Resolução de problemas
Teses de mestrado - 2011
Data de Defesa: 2011
Resumo: Com este estudo, no qual desempenho o duplo papel de professora e investigadora, pretendo estudar, no contexto de uma experiência de ensino no tema Funções e Gráficos, de que modo o recurso ao software Graph pode contribuir para a aprendizagem das funções afim e de proporcionalidade inversa. Este estudo enquadra-se no paradigma interpretativo, seguindo uma metodologia qualitativa e envolvendo a realização de um estudo de caso com dois alunos. Os participantes são os alunos de uma turma do segundo ano de um Curso de Educação e Formação, com equivalência ao 9.º ano de escolaridade. Os alunos trabalharam em díades e utilizaram um computador por díade. O software Graph tem inúmeras potencialidades e permite ao utilizador trabalhar com distintas representações de funções. Os instrumentos e os métodos de recolha de dados foram diversificados, o que contribuiu não só para um elevado número de dados recolhidos, mas também para dados de diversas naturezas. Os resultados sugerem que o uso do software na resolução de problemas e de tarefas com carácter exploratório e investigativo contribui para a identificação de regularidades e para a formulação de conjecturas, assim como para o teste das mesmas. Para além disso, o uso do software permite a confrontação constante das várias formas de representar funções, possibilitando colmatar as desvantagens de cada uma das representações com as vantagens das outras, o que parece contribuir para a compreensão das funções em estudo e das suas propriedades. Ao permitir resolver problemas usando estratégias gráficas, este software também parece auxiliar os alunos que têm dificuldades com as expressões algébricas, verificando-se progressos, nomeadamente ao nível da determinação de expressões analíticas. Apesar de os alunos mostrarem alguma dificuldade em descobrirem a escala adequada para a visualização de determinadas representações gráficas, manifestaram preocupação em encontrar uma janela de visualização que lhes permitisse visualizar o gráfico da forma que pretendiam.
With this study, in which I performed a dual role as a teacher and researcher, I intend to study in the context of a teaching experiment in the subject of Functions and Graphs, how the software Graph can shed some light on learning affine functions and inverse proportionality. This study is grounded on the interpretative paradigm, and follows the qualitative methodology, for which a case study with two students was drawn. The students that took part in this study belong to a second year class of a two-year education and training course, which grants them equivalence certificate to grade 9. The students worked in groups of two and used a computer per dyad. The software Graph has a great potential which allows the user to work with different representations of functions. The variety of methods applied for data collection made possible the compilation of a large and diverse amount of data. The results suggest that the use of the software Graph to solve problems and tasks with exploratory and investigative nature plays an important role in the identification of regularities and the formulation of conjectures, as well as to test them. In addition, the software allows the students to compare the various ways of representing functions, making it possible for them to easily overcome the disadvantages of each of the representations with the information provided by others. This appears to contribute to the understanding of the functions under study and their properties. By allowing the solution of problems using a graph approach, this software also seems to help students who have difficulties with algebraic expressions. Progress has been seen, particularly concerning the determination of analytical expressions. Although the students had shown some difficulty in finding the appropriate scale for viewing certain graphical representations, they expressed concern about finding a viewing window that allowed them to see the graph in the way that they intended to.
Descrição: Tese de mestrado, Educação (Didáctica da Matemática), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/6250
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie040005_tm.pdf3,75 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.