Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/6255
Título: O envolvimento dos pais no jardim-de-infância : as ideias dos educadores-de-infância
Autor: Fonseca, Catarina Miguel da, 1982-
Orientador: Carvalho, Carolina, 1960-
Palavras-chave: Educação pré-escolar - Portugal
Jardim de infância
Relação escola-família
Teses de mestrado - 2011
Data de Defesa: 2011
Resumo: O envolvimento dos pais no Jardim-de-Infância é hoje encarado como um aspecto tão fulcral quanto os outros elementos do processo educativo do indivíduo, sendo considerado um procedimento que favorece não só o jardim-de-infância enquanto espaço físico como também como um espaço de interacções fundamentais para um desenvolvimento saudável e equilibrado das crianças. A tarefa de educar é difícil de concretizar e a sociedade e tudo o que ela contém, sempre em constante mutação, exigem à escola, neste caso específico, ao jardim-de-infância, constantes mudanças, de forma a satisfazer todas as necessidades dos alunos e também das suas famílias. As mudanças que se têm vindo a verificar, quer na sociedade, quer nas estruturas familiares, reflectem-se inevitavelmente na vida da escola. Desta forma e, partindo da necessidade de transformar o jardim-de-infância num espaço aberto ao envolvimento e à participação de todos, os pais são cada vez mais elementos de intervenção fundamental a todo este processo. A escola, por outro lado, é vista como um agente de socialização da criança, assim é de todo fundamental a colaboração e o trabalho em parceria entre o jardim-de-infância e os pais. O envolvimento dos pais na escola tem sido estudado e alvo de reflexões de vários investigadores que se debruçaram sobre este tema. Nas leituras efectuadas, e apresentadas no Capítulo 1, acerca do envolvimento dos pais na escola, reparamos que a maioria dos estudos foram realizados no 1º Ciclo do Ensino Básico, representando contextos diferentes. Com a nossa investigação, e enquanto educadores-de-infância, tentámos compreender o nível de envolvimento que se estabelece entre os pais e o jardim-de-infância, decidimos optar por uma metodologia quantitativa, tendo como instrumento de recolha de dados o inquérito por questionário. Este questionário contou com a participação de trinta educadores-de-infância do Concelho da Lourinhã e abrangeu todos os jardins-de-infância deste concelho, incluindo jardins-de-infância públicos, particulares e de solidariedade social pertencentes ao Agrupamento de Escolas da Lourinhã. A presente investigação desenvolveu-se no âmbito do envolvimento que os pais mantêm com o jardim-de-infância e teve como pergunta de partida: Quais as percepções dos educadores-de-infância acerca do envolvimento dos pais no jardim-de-infância? Os objectivos definidos procuraram conhecer quais as condições da participação e do envolvimento dos encarregados de educação no jardim-de-infância, percepcionada pelos educadores de infância; identificar diferenças percepcionadas pelos educadores-de-infância nas competências promovidas pela educação pré-escolar entre crianças cujos pais participam e os que não participam; compreender de que forma os educadores-de-infância promovem esse mesmo envolvimento e o que fazem quando este não existe e; recolher informação pertinente que permita contribuir significativamente para a participação dos encarregados de educação no jardim-de-infância. Concluímos do nosso estudo que no concelho da Lourinhã as educadoras percepcionam uma boa colaboração entre os pais e o jardim-de-infância e que um maior envolvimento por parte dos pais no jardim-de-infância tem influência directa no sucesso educativo dos filhos e por conseguinte a aquisição de novas competências. Os resultados que obtivemos levam-nos a concluir que a participação dos pais é um elemento fundamental no Jardim-de-Infância. Este estudo inclui, também, limitações e sugestões para futuras investigações.
Now-a-days, parental involvement in Pre-School is as important as any other element of the individual educational process, being considered a procedure that, doesn't only favor kindergarten as a physical space but as well as a place where fundamental and keys interactions happen towards a healthy and balanced child development. The teaching role is hard to materialize, the society and everything it encompasses, is always in constant mutation. This requires that schools, in this specific case, kindergarten, adapt and change, in a way that all the children's and family's needs are fulfilled. Changes that we have seen, either in society or in family structures, have a reflection in school life. From this point of view, and based on the need to transform kindergarten into a room open to involvement and contribution of everyone, parents are becoming even more important key elements to the whole process. School, on the other hand, is seen as an agent of socialization of the child and, therefore, it is fundamental the collaboration and partnership between kindergarten and parents. Parental involvement in school has been studied and been an object of reflection from several researchers that have embraced the subject. On our readings about parental involvement in school, shown on Chapter 1, we could see that the majority of the studies have been made on the 1º Ciclo Ensino Básico, portraying different contexts. With our investigation, and as Pre-School Teachers, we tried to understand the level of involvement that is established between parents and the kindergarten, so we choose to use a quantitative methodology, having the inquiry been done by questionnaire as our instrument for data collection. This questionnaire was presented to and had the contribution of 30 Pre-School Teachers from Lourinhã County and it has covered all the Kindergartens from this County, including private, public and welfare kindergartens belonging to Lourinhã School Groups. The following research has developed around the concept of parental involvement with the kindergarten and its start question was: What perceptions do Pre-School Teachers have of Parental Involvement in Kindergarten? The goals that were set tried to understand the ways that parents were involved and participated on the kindergarten life; identify the differences that Pre-School Teachers see between children whose parents are more involved or not; understand in what way Pre-School Teachers promote parental involvement and what do they do when it doesn't exist; gathering relevant information contributes significantly to allow the participation of parents in the Kindergarten. From our study we concluded that in the county of Lourinhã, Pre-School Teachers perceive a good partnership between parents and the kindergarten and that a greater involvement from the parents has direct effect on the educational success of their children and, therefore, the acquisition of new competencies. The results that we obtained take us to concluded that parental involvement is a key element in the Kindergarten. This study also include restrictions and suggestion to further investigations.
Descrição: Tese de mestrado, Educação (Formação Pessoal e Social), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/6255
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie039999_tm.pdf1,29 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.