Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/6294
Título: Modernidade pedagógica e disciplina terapêutica: higiene e saúde escolar na primeira metade de novecentos
Autor: Ó, Jorge Ramos do
Palavras-chave: Higiene e saúde escolar
História da educação em Portugal
Data: 2009
Editora: Centro de Estudos Biocinéticos
Resumo: Este texto parte de duas evidências históricas para defender a tese segundo a qual o projecto educacional moderno se assumiu como um projecto de carácter essencialmente disciplinar, apontando para formas de controlo altamente produtivas, posto que deviam agir no processo mesmo da construção da identidade pessoal. A primeira é a de que a dinâmica de afirmação e consolidação histórica da chamada escola de massas, a partir de finais do século XIX, devolve-nos a evidência de que as crianças e os jovens se passaram a definir, antes de qualquer outro, pelo rótulo de escolares. A segunda evidência é a de que a paisagem escolar foi construída desde então não tanto sobre o saber – sobre as competências intelectuais do aluno – mas, essencialmente, sobre o ser.
URI: http://hdl.handle.net/10451/6294
Aparece nas colecções:FPCE-UOE-HEEC- Capítulos de Livros

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Modernidade pedagógica e disciplina terapêutica.pdf507,5 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.