Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/6304
Título: Concepções de futuros professores acerca da planificação do processo de ensino-aprendizagem
Autor: Vaz, Marlene Marisa de Carvalho, 1980-
Orientador: Esteves, Maria Manuela, 1949-
Palavras-chave: Formação inicial de professores
Planificação do ensino
Ensino-aprendizagem
Teses de mestrado - 2011
Data de Defesa: 2011
Resumo: O estudo que apresentamos partiu de uma vontade pessoal em tentar perceber que concepções têm os futuros professores de 1º ciclo do Ensino Básico acerca da planificação quando estão a concluir a sua formação inicial. O estudante ao terminar a sua formação inicial e com a entrada na carreira docente é confrontado com a realidade da profissão docente e debate-se com dificuldades e expectativas próprias de quem finalizou uma etapa e está prestes a iniciar outra mais aliciante. O problema de investigação que nos propusemos foi o de saber o que têm em mente os futuros professores quando planificam, como elaboram os seus planos, em que pensam quando planificam e que aspectos têm em consideração quando elaboram o plano. Da questão de partida resultaram os seguintes objectivos de investigação: 1) Perceber o que pensam, e o que têm em mente, os futuros professores, quando elaboram a sua planificação; 2) Identificar representações dos futuros professores acerca dos trabalhos de planificação e a sua implicação no processo de ensino-aprendizagem; 3) Inferir opiniões dos futuros professores acerca da formação inicial/preparação para o campo da planificação. Optámos pela abordagem qualitativa socorrendo-nos do uso da técnica da entrevista semi–directiva, para recolha de dados e da análise de conteúdo, para inferirmos uma interpretação de resultados decorrentes dos discursos dos sujeitos. Inferimos que a formação inicial que estes futuros professores receberam no campo da planificação foi nula ou escassa em todos os aspectos. Inferimos que a planificação é considerada muito importante e de grande utilidade, como meio de orientação para o professor, como guia de diferenciação pedagógica e como meio de autonomia. Contudo a planificação apenas é considerada relevante no estágio e para os professores principiantes.
This research presented here reflects a personal desire to understand the concepts of academic planning of early learning at the primary-school levels performed by the incoming instructors. The novice teacher, upon completing their academic training, will enter the position to face the realities of instructing- combated with difficulties and personal expectations by those who have surpassed one stage and are ready to begin yet another exciting challenge in their professional careers. The study presents part of a personal will in trying to realize what concepts future teachers of the 1st cycle of basic education have about planning, when they are finishing their initial training. When the students complete their initial training and entry into the teaching profession are faced with the reality of the teaching profession, and struggling with difficulties and their own expectations of those who completed a step and are about to start another, even more attractive. The research problem we set ourselves was to know what future teachers have in mind when planning, how do they prepare their plans, what they think about when planning and what aspects they take into account when preparing the plan. From the point of departure resulted the following research aims: 1) Understand what they think, and what future teachers have in mind, when preparing their planning; 2) Identify representations of future teachers about the work of planning and involvement in teaching-learning process;3) Inferring future teachers' opinions about the initial/ preparation training for the field of planning. We chose a qualitative approach. To help us, we use the technique of semi-directive interview for data collection and content analysis to infer an interpretation of results arising from the individuals‟ speeches. We infer that the initial training, these future teachers received, in the field of planning, has been non-existent or scarce in all aspects. We infer that planning is considered very important and useful as a means of guidance for the teacher, as a guide for adaptive education and as a means of autonomy. However, the planning is just considered relevant during the teacher‟s training and for beginning teachers.
Descrição: Tese de mestrado, Ciências da Educação (Formação de Professores), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/6304
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie040053_tm.pdf1,52 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.