Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/6356

Título: A flora medicinal e aromática da Herdade da Ribeira Abaixo, Grândola (Estação de campo, CBA): caracterização micromorfológica e dos óleos essenciais de Lavandula Luisieri
Autor: Feijão, Maria Daniela Madelino, 1983
Orientador: Correia, Ana Isabel, 1953-
Xavier, Generosa Maria Manso Teixeira, 1958-
Palavras-chave: Plantas medicinais
Plantas aromáticas
Óleos essenciais
Grândula
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2011
Resumo: De entre as plantas aromáticas da Flora de um montado inclui-se a família Lamiaceæ, onde encontramos o género Lavandula. A taxonomia do género Lavandula tem sofrido diversas alterações, devido à sua variabilidade morfológica e capacidade de hidridização. Com este trabalho pretendeu-se aprofundar o estudo de duas espécies, L. luisieri e L. pedunculata, realizando uma abordagem conjunta através do estudo químico dos seus óleos essenciais e de análise micromorfológica das suas flores. Os óleos essenciais de várias amostras de ambas as espécies de Lavandula colhidas em anos consecutivos foram isolados por hidrodestilação, examinados por CGL, identificados por CGL/EM e sujeitos a análise aglomerativa usando o programa NTSYS. A morfologia e distribuição do indumento de estruturas florais de ambas as espécies foram analisados usando as técnicas de MEV e MOV. Para o estudo histoquímico das duas espécies, utilizaram-se testes destinados à identificação de determinados grupos químicos, observando-se os resultados em MOV. Observou-se ainda a autofluorescência e fluorescência induzida com reagente de NEU em MOF. Os óleos essenciais das amostras de L. luisieri e L. pedunculata foram obtidos num intervalo de rendimentos de v-1% e 2% (v/ p.f.). Os monoterpenos oxigenados foram detectados em maior percentagem tanto para L. luisieri (33-57%), como para L. pedunculata (90-98%). O conjunto de todos os óleos essenciais foram agrupados em três clusters (cluster I – L. pedunculata, clusters II e III – L. luisieri). O componente com maior percentagem relativa no cluster I foi a fenchona (62-70%), no cluster II o acetato de trans-α- necrodilo (4-20%) e no cluster III o 1,8-cineol (11-38%). Na caracterização micromorfológica das duas espécies verificou-se que apresentam vários tipos de tricomas não glandulares e glandulares, estes últimos distribuídos maioritariamente nas superfícies abaxiais de sépalas e brácteas férteis. Em L. pedunculata identificaram-se tricomas que não foram encontrados em L. luisieri e correspondem a tricomas capitados tipo III, mistos tipo I e tipo II, e ainda um tipo de tricoma peltado com pedúnculo grande que ainda não havia sido referenciado em termos bibliográficos. Do estudo histoquímico concluiu-se que os grupos de compostos existentes em L. luisieri e L. pedunculata foram: polissacáridos totais, pectinas, mucilagens, lípidos (totais, ácidos e neutros e ácidos gordos), terpenóides (óleos essenciais e ácidos resínicos e terpenóides com grupo carbonilo), fenóis e alcalóides. Em MOF foi ainda detectada a presença de flavonóides. A maioria destes compostos foi detectada nas cabeças glandulares dos vários tipos de tricomas.
The aromatic plants of the Flora of a “montado” comprises the Lamiaceae family, where the genus Lavandula is included. The taxonomy of the genus Lavandula has undergone several changes due to their morphological variability and ability to hybridization. This work aimed to deepen the study of two species, L. luisieri and L. pedunculata, carrying out a joint approach by chemical study of its essential oils and micromorphological analysis of the flowers. The essential oils of several samples of both species of Lavandula harvested in consecutive years were isolated by hydrodistillation, examined by GLC, identified by GLC / MS and subjected to analysis using the agglomerative program NTSYS. The morphology and distribution of the indumentum of floral structures of both species were studied using the techniques of SEM and LM. In the histochemical study of the two species, we used selected tests for the identification of certain chemical groups, as well as fluorescence microscopy. Essential oils from samples of L. luisieri and L. pedunculata were obtained over a range of yields v-1% and 2% (v/f.w.). The oxygenated monoterpenes were detected in higher percentage for both L. luisieri (33-57%) and L. pedunculata (90-98%). The set of all essential oils were grouped into three clusters (cluster I – L. pedunculata, clusters II and III – L. luisieri). The component with the largest percentage was the fenchone (62-70%) in cluster I, trans-α-necrodyl acetate (4-20%) in cluster II and 1,8-cineole (11-38%) in cluster III. In the micromorphological characterization of the two species we have found different types of non-glandular and glandular trichomes, the latter mostly distributed on the abaxial surfaces of sepals and fertile bracts. Some types of trichomes were just identified in L. pedunculata, such as capitate type III, mixed type I and type II, and even a kind of peltate trichome with large stalk that had not yet been referenced in bibliography. Histochemical study concluded that the groups of compounds identified in L. luisieri and L. pedunculata were: total polysaccharides, pectins, mucilages, lipids (total, acidic and neutral fatty acids), terpenoids (essential oils and resin acids and terpenoids with the carbonyl group), phenols and alkaloids. In FM was still detected the presence of flavonoids. Most of these compounds were detected on the heads of the glandular trichomes.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia.(Biologia Celular e Biotecnologia). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/6356
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfc092808_tm_maria_feijao.pdf1,34 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE