Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Belas Artes (FBA) >
FBA - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/638

Título: A abordagem da obra de arte, em sala de aula, no jardim-de-infância, com crianças de 5/6 anos
Autor: Ferreira, Susana Isabel Silva Martins Jorge, 1977-
Orientador: Mendes, Ana Bela, 1953-
Palavras-chave: Educação artística
Educação estética
Comunicação visual
Infância
Teses de mestrado
Issue Date: 2009
Resumo: Cada vez mais a educação deveria estar intrinsecamente ligada ao mundo das artes, visto ser um mundo em que a criatividade e a própria afirmação pessoal tomam um lugar de destaque na vida de todos nós. Este estudo visou evidenciar que o contacto das crianças em idade pré-escolar com obras de arte, lhes facilita não só a aquisição de novas aprendizagens no âmbito da estética e da linguagem visual, como também permite que estas se sintam cada vez mais à vontade para expressar os seus sentimentos e receios. Através de uma metodologia de investigação acção desenvolvida em sala de aula, com crianças de 5/6 anos, verificámos a veracidade das nossas hipóteses iniciais, ou seja, que: «as crianças que contactam regularmente com obras de arte, aprendem não só a \201Clê-la\201D, procurando através das suas vivencias a sua leitura de sentido, como se iniciam na compreensão dos elementos de uma nova linguagem, a visual, fruto da reflexão e apreciação estética a que são submetidos». Neste nosso estudo pudemos reafirmar as posições teóricas de alguns autores que haviam corroborado esta mais-valia da interacção entre crianças e obras de arte, nomeadamente, as de Michael Parsons e Abigail Housen
Increasingly the education should be intrinsically linked to the art world, seeing it's a world where the creativity and the own personal affirmation take a place of featured in the life of all of us. This study aimed to highlight that the contact of children in pre-school age with art work, facilitates them not just an acquisition of new learning in the scope of aesthetic and visual language, but also allows them to feel more comfortable to express there feelings and fears. Through a methodology of action investigation developed in classroom, with children 5/6 years old, we verified the veracity of our initial hypotheses this is that: «the children that contact regularly with art work, learn not just to read it , searching through own life experiences their reading of meaning, but initiate the comprehension of elements of a new language, the visual, result of the reflection and the aesthetic enjoyment they are submitte». In our study we can reaffirm the theoretical positions of some authors whom have corroborated the value of the interaction between children and art works, in particular, those of Michael Parsons and Abigail Housen
Descrição: Tese de mestrado, Educação artística, 2009, Universidade de Lisboa, Faculdade de Belas Artes
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000575444
http://hdl.handle.net/10451/638
Appears in Collections:FBA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
22390_ULFBA_TES331.pdf2,18 MBAdobe PDFView/Open
22391_ULFBA_TES331_CAPA.JPG154,24 kBJPEGThumbnail
View/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia