Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/641
Título: Lugares e campos visuais:entre o construído e a ruína, o vazio e o verde
Autor: Gonçalves, Ana Maria Pereira
Orientador: Tavares, Cristina Azevedo, 1956-
Palavras-chave: Psicogeografia
Lugares
Percepção
Teses de mestrado
Data de Defesa: 2008
Resumo: Com este trabalho quis reflectir e convidar a uma reflexão sobre diferentes dimensões contidas no espaço urbano ocupado ou desocupado e que diariamente se atravessa e se percorre \2013 dimensão social, natural, artificial, individual, psicogeográfica e estética. Para a pesquisa e levantamento, foram adoptados métodos que têm a ver com o trabalho desenvolvido por artistas, escritores e intelectuais em finais do século XIX e no século XX. Destaco Guy Debord, que seguiu os caminhos filosóficos e estéticos desenhados pelos surrealistas e pelos fundadores da Bauhaus e refiro a fusão disciplinar, a deriva, a deambulação como prática artística e os ideais heterodoxos e psicogeográficos, aplicados à história das cidades, da cultura e da arte do séc. XX e XXI. Desenvolvi as minhas próprias derivas a par de um levantamento psicogeográfico selectivo do espaço urbano da cidade de Lisboa. O resultado foi um exercício perceptivo e estético partilhado com todos os autores e artistas que menciono e evoco, em particular com o artista Pedro Morais que dará corpo ao Projecto Expositivo \2013 Janelas D\2019Observação \2013 que cresceu com esta deriva e com a troca de ideias. Este Projecto coloca questões do hibridismo do espaço, do olhar, do ver e do ver através. Cruzaram-se os fazeres: o artista foi co-orientador e companheiro nesta reflexão, e a construção do corpo teórico, conceptual e documental foi muito uma experiência artística, estética e perceptiva, cujo rigor e pertinência conceptual foram transmitidos pelas intervenções do meu orientador
With this study I want to make a reflection and an invitation to focus the different dimensions to be found in the urban occupied and unoccupied space we daily cross through and walk along social, natural, artificial, individual and, particularly, artistic. Methods related with different artists and other intellectuals' work at the end of 19th and on the 20th centuries were adopted in this research and survey. I point out Guy Debord who followed the surrealists and the Bauhaus founders' philosophy and aesthetics paths. I mention the disciplinary interfusion, the drift, the deambulation as an aesthetic practice and the psychogeographic and heterodox ideals applied to the History of the city and to the 20 th and 21st centuries Art and Culture. I developed and experienced my own drifts together with a selective and psychogeographic survey on Lisbon city. The result was a perceptive and aesthetic exercise I shared with the different authors I mention, particularly with Pedro Morais, the artist who will materialize the Project, Janelas D'Observação 1, that emerge out of my drifts and our meetings and talks. This Project questions the hybridism of space, of looking, of seeing and seeing through . Our roles were interfused: the artist was also an adviser and a partner, and my theoretical, conceptual and documental constructions were artistic, perceptive and psycogeographic experiences whose rigor and conceptual pertinence were provided and built together with my supervisor's specific interventions
Descrição: Tese de mestrado em Estudos Curatoriais, apresentada á Universidade de Lisboa através da Faculdade de Belas Artes, 2009
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000549769
http://hdl.handle.net/10451/641
Aparece nas colecções:FBA - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
22330_ULFBA_TES296.pdf59,58 MBAdobe PDFVer/Abrir
22331_ULFBA_TES296_CAPA.jpg105,75 kBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
ULFBA_TES296_VISUAIS.pdf28,06 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.