Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/643
Título: Espaço, poder e vigilância:o quotidiano nas artes plásticas, anos 80-90:(de) Richard Serra a Pedro Cabrirta Reis
Autor: Vieira, Ana Rita Sousa Gaspar
Orientador: Tavares, Cristina Azevedo, 1956-
Palavras-chave: Teoria da arte
Artes plásticas
Espaço
Teses de mestrado
Data de Defesa: 2002
Resumo: Existe uma forte ligação entre o espaço enquanto recurso natural e o poder e controlo exercidos sobre ele. Presentemente, tornou-se possível manter sob controlo uma vasta área espacial, sobretudo devido ao desenvolvimento tecnológico. No espaço imanente do quotidiano, estes elementos desenvolveram simultaneamente a organização espacial e as suas relações com os que vivem nesse espaço. Nesse sentido, a organização espacial é tarefa humana. A arte, enquanto espaço para a experimentação do real, pode proporcionar um ponto de vista crítico sobre o espaço real, tornando-se um recurso importante para o pensar como parte do quotidiano. O grupo de artistas referenciado no presente estudo, tem em comum o intuito de efectuar uma análise plástica e crítica da apropriação espacial praticada no quotidiano, construindo para tal, uma espécie de máquinas visuais', que suscitam uma conceptualização do espaço, segundo a sua perspectiva física, antropológica e mítica
There is a strong connection between space as a natural resource, power, which is applied on it, and its control. In the present, the technological development improved the possibility of keeping under control a large physical space. In our immanent space, these elements developed at the same time the space organization and its relations with the people who live in it. That's why the organization of space is human task. Fine arts, as a place for experimenting the real, can give us a critical point of view over that real space, becoming an important resource to consider it as part of daily life. The studied artists in these work, took some elements from the real daily life, as a way of interacting with that immanent space, building a kind of visual machines', which make people think on space in a new physical, anthropological and mythical way.
Descrição: Tese de mestrado em Teorias da Arte, apresentada á Universidade de Lisboa através da Faculdade de Belas Artes, 2002
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000438052
http://hdl.handle.net/10451/643
Aparece nas colecções:FBA - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
18323_tese da Rita complecta.pdf4,2 MBAdobe PDFVer/Abrir
18324_ULFBA_TES147_CAPA.JPG185,38 kBJPEGThumbnail
Ver/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.