Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
Departamento de Educação (FC-DE) >
Centro de Investigação em Educação (FC-DE-CIE) >
GI Educação, Desenvolvimento e Formação (FC-DE-CIE-GIEDF) >
FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/6454

Título: Construção dialógica e interactiva do conhecimento por estudantes adultos, participantes numa comunidade de aprendizagem, em educação ambiental
Autor: Courela, Conceição
César, Margarida
Palavras-chave: Currículo em alternativa
Trabalho de projecto colaborativo
Comunidade de aprendizagem
Dialogicidade
Identidades
Issue Date: 2007
Editora: ESE de Santarém
Citação: Interacções, volume 3, número 6, Número temático: A construção de conhecimento enquanto empreendimento dialógico/interactivo I, editores Gracinda Hamido & Margarida César
Resumo: Em currículos de educação de adultos pouco escolarizados, o trabalho de projecto colaborativo adequa-se à Educação Ambiental (EA), orientada para a sustentabilidade, contribuindo para a emergência de uma comunidade de aprendizagem. Através do trabalho de projecto colaborativo têm lugar práticas dialógicas e interactivas de construção do conhecimento, que possibilitam o desenvolvimento da auto-estima positiva, geral e académica, dos estudantes, processo favorável à construção de identidades que facilitam a emergência e concretização de projectos académicos e profissionais. Este trabalho insere-se no projecto Interacção e Conhecimento, que estuda e promove as interacções sociais em cenários de educação formal. Consiste numa investigação-acção, em que desenvolvemos um currículo do 3º ciclo do ensino básico recorrente, em alternativa ao SEUC, seguido de quatro anos de follow up. Assumimos uma abordagem interpretativa/qualitativa, historico-culturalmente situada, de inspiração etnográfica. Os participantes são os estudantes e professores desta turma, bem como elementos da comunidade educativa e social. Na recolha de dados destacam-se a observação participante, entrevistas semi-estruturadas, tarefas de inspiração projectiva, protocolos dos alunos e documentos. Os resultados iluminam que os estudantes se assumem como participantes legítimos da comunidade de aprendizagem, participando na sensibilização/educação ambiental das comunidades escolar, educativa e social, através dos trabalhos de projecto, realizados em EA. Esta participação contribui para a apropriação de conhecimentos e para a mobilização/desenvolvimento de competências com sentido para os participantes, no domínio da EA e da sustentabilidade, conducente à construção de um sentido de identidade positivo, que contribui para facilitar o acesso dos estudantes ao sucesso académico e à inclusão escolar e social.
In poor literate adults’ curricula collaborative project work seems adapted to Environmental Education (EE) towards sustainability, contributing to the emergence of a learning community. Through collaborative project work dialogical and interactive practices of knowledge appropriation took place, promoting the development of students’ general and academic positive self-esteem. This process facilitates the the construction of students’ identities and the emergence and operationalisation of academic and professional projects. This work is part of the project Interaction and Knowledge. This project studies and promotes social interactions in formal education scenarios. This study is an action-research project in which we developed a curriculum for the third cycle of basic recurrent education in alternative to the TSCU. It includes a 4-years follow-up. It followed an interpretative/qualitative approach, historical-culturally situated, inspired in ethnographic methods. The participants are the students and teachers from this class, and elements of the educative and social communities. The main instruments for data collection were the participant observation, semi-structured interviews, tasks inspired in projective techniques, students’ protocols and documents. Results illuminated that students acted as learning community legitimate participants. They acted as agents for environmental education/awareness of the school, educative and social communities through the project works developed in EE. This participation was relevant for their knowledge appropriation and their mobilization and development of competencies related to EE and for sustainability which were meaningful for the participants. This way students could construct a positive sense of identity that makes easier students’ access to the academic achievement and to the school and social inclusion.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/6454
Versão do Editor: http://nonio.eses.pt/interaccoes/
Appears in Collections:FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Courela & César.pdf362,34 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia