Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
Departamento de Educação (FC-DE) >
Centro de Investigação em Educação (FC-DE-CIE) >
GI Educação, Desenvolvimento e Formação (FC-DE-CIE-GIEDF) >
FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/6588

Título: Elementos sócio-escolares do autoconceito profissional dos professores
Autor: Roque, Paula
Veiga, Feliciano
Palavras-chave: Autoconceito
Autoconceito profissional dos professores
Mal-estar docente
Issue Date: 2007
Citação: Roque, P., & Veiga, Feliciano Henriques (2007). Elementos sócio-escolares do autoconceito profissional dos professores. Pensar a Educação (Revista da Associação dos Professores de Sintra), 1, 89-102.
Resumo: Atendendo à importância que o autoconceito profissional dos professores poderá ter para a sua integração na escola e na sociedade, realizou-se um estudo cujo objectivo foi a análise das representações dos professores acerca de si mesmos enquanto profissionais da educação. Utilizou-se, para este estudo, uma amostra de 342 professores de ambos os sexos, de escolas pertencentes aos distritos de Lisboa, do Centro e do Sul do país. Utilizou-se como instrumento de avaliação a “Escala de Autoconceito Profissional dos Professores (EAPP)”, composta por 36 itens distribuídos por 4 factores distintos: cuidado na relação interpessoal, segurança em contexto laboral, cooperatividade, e reconhecimento laboral. O objectivo desta investigação levou às seguintes questões de estudo: Será que existem diferenças significativas no autoconcei o dos professores em função da satisfação profissional? Como se correlacionam os resultados entre cada uma das dimensões do autoconceito profissional e cada uma das seguintes variáveis: mal-estar docente, envolvimento na promoção dos alunos e competências para lidar com a indisciplina? A análise dos resultados permitiu encontrar relações significativas entre o autoconceito e as variáveis referidas, na generalidade dos casos considerados. Verificou-se que todas as dimensões do autoconceito se correlacionam significativamente com as variáveis envolvimento na promoção dos alunos e competências para lidar com a indisciplina.
Descrição: Este artigo baseia-se numa parte do estudo empírico realizado para a obtenção do grau de Mestre do primeiro autor, cuja dissertação foi apresentada no Departamento de Educação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, com o título Autoconceito profissional dos professores, tendo a orientação do segundo autor.
Arbitragem científica: no
URI: http://hdl.handle.net/10451/6588
Appears in Collections:FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Elementos_ autoconceito_profissional_professores.pdf748,93 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia