Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
Departamento de Educação (FC-DE) >
Centro de Investigação em Educação (FC-DE-CIE) >
GI Educação, Desenvolvimento e Formação (FC-DE-CIE-GIEDF) >
FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/6588

Título: Elementos sócio-escolares do autoconceito profissional dos professores
Autor: Roque, Paula
Veiga, Feliciano
Palavras-chave: Autoconceito
Autoconceito profissional dos professores
Mal-estar docente
Issue Date: 2007
Citação: Roque, P., & Veiga, Feliciano Henriques (2007). Elementos sócio-escolares do autoconceito profissional dos professores. Pensar a Educação (Revista da Associação dos Professores de Sintra), 1, 89-102.
Resumo: Atendendo à importância que o autoconceito profissional dos professores poderá ter para a sua integração na escola e na sociedade, realizou-se um estudo cujo objectivo foi a análise das representações dos professores acerca de si mesmos enquanto profissionais da educação. Utilizou-se, para este estudo, uma amostra de 342 professores de ambos os sexos, de escolas pertencentes aos distritos de Lisboa, do Centro e do Sul do país. Utilizou-se como instrumento de avaliação a “Escala de Autoconceito Profissional dos Professores (EAPP)”, composta por 36 itens distribuídos por 4 factores distintos: cuidado na relação interpessoal, segurança em contexto laboral, cooperatividade, e reconhecimento laboral. O objectivo desta investigação levou às seguintes questões de estudo: Será que existem diferenças significativas no autoconcei o dos professores em função da satisfação profissional? Como se correlacionam os resultados entre cada uma das dimensões do autoconceito profissional e cada uma das seguintes variáveis: mal-estar docente, envolvimento na promoção dos alunos e competências para lidar com a indisciplina? A análise dos resultados permitiu encontrar relações significativas entre o autoconceito e as variáveis referidas, na generalidade dos casos considerados. Verificou-se que todas as dimensões do autoconceito se correlacionam significativamente com as variáveis envolvimento na promoção dos alunos e competências para lidar com a indisciplina.
Descrição: Este artigo baseia-se numa parte do estudo empírico realizado para a obtenção do grau de Mestre do primeiro autor, cuja dissertação foi apresentada no Departamento de Educação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, com o título Autoconceito profissional dos professores, tendo a orientação do segundo autor.
Arbitragem científica: no
URI: http://hdl.handle.net/10451/6588
Appears in Collections:FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Elementos_ autoconceito_profissional_professores.pdf748,93 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia