Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/6843
Título: No temp(l)o da arte: Um estudo sobre práticas culturais
Autor: Melo, Benedita Portugal e
Palavras-chave: Práticas culturais
Distinção
Habitus
Capital cultural
Data: 1998
Citação: Sociologia - Problemas e Práticas, 28, 1998.
Resumo: Neste artigo procura-se analisar a composição social e os processos de recepção dos públicos habituais da Casa das Artes, instituição pública da cidade do Porto que consagra produtos da “cultura cultivada”, divulgando, no mesmo espaço, exposições temporárias, teatro experimental e cinema de autor. Trata-se, assim, de estudar as estratégias de ascensão social produzidas por esses públicos, ao nível das suas práticas culturais. Deste modo, na primeira aprte do texto, e com base na perpectiva de Pierre Bourdieu, (re)conceptualizam-se os princípios teóricos que nos permitem compreender por que razão as práticas culturais pertencentes à esfera dos consumos “nobres” não se tornaram ainda extensivas a todas as classes sociais. Na segunda parte do texto, através de um breve registo etnográfico e de alguns dados estatísticos, caracterizam-se os públicos do pólo de oferta cultural em causa, chamando-se a atenção para as variáveis que poderão explicar o que os leva a consumir de um modo “distinto” e “distintivo” os produtos conotados com a cultura erudita.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/6843
Aparece nas colecções:FC-DE-CIE-GIEDF - Artigos em Revistas Nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
No temp(l)o da arte.pdf438,82 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.