Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/6907
Título: Relação entre auto-estima e estratégias de coping em contexto militar : um estudo exploratório
Autor: Pinheiro, Gisela Maria dos Santos
Orientador: Janeiro, Isabel Nunes, 1960-
Palavras-chave: Auto-estima
Estratégias de coping
Militares
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: Alguns indivíduos crescem valorizando aquilo que são e aquilo que fazem (auto-estima), enquanto outros se sentem sem valor e, mediante o estado de espírito, diferentes indivíduos utilizam diferentes estratégias (coping) para se superarem . O objecto do presente estudo é explorar a relação entre a auto-estima e as estratégias de coping em contexto militar, analisando o que determina o sucesso no ingresso no ensino superior militar, tendo como referências-chave a avaliação global dos indivíduos que se candidataram à Academia Militar, e a sua média de entrada no ensino superior. A amostra é constituída por 191 candidatos que concorreram ao 1.º ano da Academia Militar. Como instrumentos de recolha de dados, elegeu-se o Self-Esteem Inventory proposto por Coopersmith (1981) e o Ways of Coping Questionnaire desenvolvido por Folkman e Lazarus (1988). Os resultados obtidos sustentam a existência de uma relação positiva e significativa entre a escala Total de Auto-estima e a Avaliação Global dos candidatos, e entre esta e as dimensões Geral e Escolar da Auto-estima. Contrariamente ao esperado, os resultados não suportaram a hipótese da relação positiva entre as Estratégias de Coping e a Avaliação Global. Por fim, constatou-se que a Auto-estima Geral, a Estratégia de Coping Aceitar as Responsabilidades e a Média de Entrada possuem um efeito estatisticamente significativo sobre a variação da variável Avaliação Global. Num tópico final, apresentam-se algumas implicações práticas do estudo; as limitações e sugestões para futuras investigações são igualmente discutidas.
Some people grow up valuing themselves and their actions (self-esteem), while others feel worthless, and depending on their state of mind, people use different strategies to overcome themselves (coping). The purpose of this study is to explore the relationship between self-esteem and coping strategies in the military context, analyzing what determines success in military higher education admission. The key references used were the overall assessment of individuals who have applied to Military Academy, and their average grades in the moment of admission in higher education. The sample consists of 191 candidates who applied to the first year of the Military Academy. The data collection instruments used were the Self-Esteem Inventory proposed by Coopersmith (1981) and Ways of Coping Questionnaire developed by Folkman and Lazarus (1988). The results support the existence of a positive and significant relationship between the variables Total Self-Esteem and Global Assessment of the candidates, and between this and the General and Scholar Self-esteem subscales. However, the results don’t support the hypothesis of a positive relationship between the variables Coping Strategies and Global Assessment. At last, it was found that General Self-esteem, Coping Strategies, Responsibilities Acceptance and Average Grades in Higher Education admission have a statistically significant effect on the variation of the variable Global Assessment. Finally, it is also discussed some practical implications of the study, its limitations and suggestions for future research.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/6907
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie040140_tm.pdf792,2 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.