Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/6911
Título: Envolvimento paterno, stress parental e apoio social em pais de crianças em idade escolar
Autor: Arrais, Ana Isabel Lopes
Orientador: Santos, Salomé Vieira, 1959-
Palavras-chave: Envolvimento dos pais
Stress parental
Apoio social
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: O presente trabalho incide no estudo do envolvimento paterno, do stress parental e do apoio social numa amostra não-clínica de homens com filhos em idade escolar. Tem como objectivos: (1) caracterizar as dimensões em estudo em função de variáveis da criança (sexo, idade e escolaridade); (2) analisar a relação das dimensões em estudo com variáveis paternas (sociodemográficas e do envolvimento com a criança); (3) analisar a relação entre stress parental e apoio social; (4) determinar se o stress parental e o apoio social predizem o envolvimento paterno. Foram utilizados três instrumentos: Escala de Envolvimento Paterno (Simões et al., 2010a, 2010b), adaptação portuguesa do Parenting Stress Index – Short Form (Abidin, 1995; Santos, 2008) e a versão portuguesa da forma reduzida do Social Support Questionaire (Moreira et al., 2002; Sarason et al., 1987). Foi construída uma Ficha para recolha de informação (sociodemográfica e relativa ao envolvimento com a criança). Participaram no estudo 92 homens, pais de crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 9 anos. Os resultados mostram que os pais das crianças mais velhas (8-9 anos), comparativamente com os pais das mais novas (6-7 anos), referem um maior número de pessoas disponíveis para facultar apoio, tendendo também os pais dos rapazes a estarem mais frequentemente envolvidos ao nível da disciplina. Verificam-se ainda associações entre as dimensões em estudo e variáveis paternas específicas, sociodemográficas e referentes ao envolvimento nos cuidados e educação da criança. Adicionalmente, sobressai que existe uma relação negativa entre o stress parental (subescalas relativas aos Pais e à Interacção) e o apoio social (subescala Satisfação). O estudo preditivo indica que o stress parental (subescalas referentes à Interacção e à Criança) se constitui como preditor do envolvimento paterno (Cuidados e Disponibilidade) e que o apoio social (subescala Número) é também um preditor deste envolvimento (Disponibilidade). Discutem-se os resultados com base na literatura sobre a temática.
This work intends to study paternal involvement, parenting stress and social support in a non-clinical sample of fathers of school-aged children. The main aims are the following: (1) to characterize the dimensions under study according to child variables (gender, age and schooling); (2) to analyze the relationship between the dimensions under study and father variables (both socio-demographic and related to involvement with the child); (3) to analyze the relationship between parenting stress and social support; (4) to determine whether parenting stress and social support predict paternal involvement. Three instruments were used: the Paternal Involvement Scale (Simões et al., 2010a, 2010b), the Portuguese adaptation of the Parenting Stress Index – Short Form (Abidin, 1995; Santos, 2008) and the Portuguese version of the Social Support Questionnaire short form (Moreira et al., 2002; Sarason et al., 1987). A Form was designed in order to collect specific information (socio-demographic and related to the paternal involvement). 92 fathers of children aged 6 to 9 years participated in the study. Results show that fathers of older children (8-9 years old), in comparison with fathers of younger children (6-7 years old), refer to having more available people offering support, and fathers of boys tend to be more frequently involved in the discipline domain. Several associations between the dimensions under study and specific paternal variables, namely socio-demographic and regarding involvement in the child’s care and education, have been verified. Furthermore, there is a negative relationship between parenting stress (subscales related to Parents and Interaction) and social support (subscale Satisfaction). The predictive study shows that parenting stress (subscales related to Interaction and Child) is a predictor of paternal involvement (Care and Availability), as social support (subscale Number) is of this involvement (Availability). The results are discussed in light of the literature on the subject.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/6911
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie040143_tm.pdf678,91 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.