Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/6924
Título: Falsas memórias e formação de impressões : efeito de primazia
Autor: Pina, Manuel
Orientador: Marques, Leonel Garcia, 1958-
Palavras-chave: Teorias da personalidade
Formação de impressões
Falsas memórias
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: Neste estudo foi utilizada uma extensão do paradigma DRM para estudar a forma como o efeito de primazia (Asch, 1946) influenciava o processo de formação de impressões. Foram utilizados traços correspondentes aos clusters da teoria implícita da personalidade – intelectual positivo e negativo; social positivo e negativo (Rosenberg, Nelson & Vivekananthan, 1968) – para desenvolver listas cuja primeira metade era maioritariamente (i.e., 2/3) constituída por itens pertencentes a um cluster e a segunda por itens pertencentes ao cluster de valência oposta. Os resultados obtidos no teste de reconhecimento standard demonstraram que os participantes, cujo objectivo de processamento era a formação de impressões, apresentam níveis mais elevados de falsas memórias do que os sujeitos que se encontram numa condição em que o objectivo de processamento é apenas memorizar os itens. Mais ainda, o nível de falsas memórias é mais elevado para itens correspondentes à valência da primeira metade das listas apresentadas na fase de estudo do que para itens correspondentes à segunda metade das listas apresentadas na fase de estudo. Foi também realizado um teste de reconhecimento gist, no qual as diferenças dos níveis de falsas memórias entre a primeira e a segunda metade das listas desaparecem, sugerindo que as mesmas são verificadas no teste de reconhecimento standard devido a uma maior monitorização da segunda metade da lista. É ainda sugerido um follow-up no sentido de tentar compreender até que ponto o efeito de primazia é extensível à percepção de traços faciais.
In the present investigation an extension of DRM paradigm was used to study the impact of the primacy effect (Asch, 1946) on the process of impression formation. Traits corresponding to the cluster of implicit theory of personality – intellectual positive and negative; social positive and negative (Rosenberg, Nelson & Vivekananthan, 1968) - were used to develop lists in which the first half was mostly (i.e., 2/3) formed by items of one cluster, and the second half was mostly formed by items belonging to the cluster of opposite valence. The results from the standard recognition test have shown that subjects with the processing goal of impression formation present higher levels of false memories than subjects in the memory goal processing. Moreover, the level of false memories is higher for items corresponding to the valence of the first half of the study lists than to items corresponding to the valence of the second half of the study lists. A gist recognition test was applied and the data shows that the false memories level differences between the first and the second half of the lists disappeared, thus suggesting that this difference is only verified on standard recognition tests due to higher levels of monitoring the items of the second half of the lists. It is presented a follow-up study with the objective of a better understanding of how the Primacy Effect is extensible to the facial trait perception.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Cognição Social Aplicada), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/6924
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie040151_tm.pdf685,68 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.