Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/6925
Título: Formação de impressões, falsas memórias e efeito de primazia
Autor: Carvalho, Maria Gabriela Maurício
Orientador: Marques, Leonel Garcia, 1958-
Palavras-chave: Formação de impressões
Falsas memórias
Personalidade
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: O presente estudo pretende verificar se o Efeito de Primazia (Asch, 1946) poderá constituir um reflexo da organização dos traços de personalidade na memória dos sujeitos. Deste modo, com o intuito de se explorarem as suas bases cognitivas, pretende-se replicar este efeito aplicando-se a adaptação do Paradigma DRM de Garcia-Marques et al. (2010). Tendo-se utilizado traços correspondentes aos quatro clusters das Teorias Implícitas de Personalidade (Rosenberg, Nelson & Vivekananthan, 1968), foram construídas listas constituídas por traços desses clusters e por palavras atemáticas. Desta forma, pretende-se testar se o Efeito de Primazia se poderá traduzir num maior número de Falsas Memórias relativas à primeira metade da lista. No teste Standard verificou-se que os participantes em Formação de Impressões, ao contrário dos participantes em Memória, demonstraram a existência de uma diferença positiva entre as Falsas Memórias positivas e as Falsas Memórias negativas, verificando-se a coincidência entre o Efeito de Primazia e um Efeito de Valência que, assim, se potenciam. Deste modo, e tendo em consideração que no teste Gist não existiu um Efeito de Primazia significante, este efeito poderá ser explicado por um processo de Monitorização. Finalmente, propõe-se a Complexidade Cognitiva como uma variável moderadora da influência do Efeito de Primazia.
The present study aims to verify if the Primacy Effect (Asch, 1946) might be a reflection of the personality traits organization in subjects’ memory. Thus, in order to explore its cognitive bases, the study intends to replicate this effect using an adaptation of the DRM Paradigm used by Garcia-Marques et al. (2010). Traces corresponding to the four clusters of the Implicit Theory of Personality (Rosenberg, Nelson & Vivekananthan, 1968) were used and lists consisting of these clusters traces and athematic words were constructed. Thus, it is intended to test whether the Primacy Effect can translate into more False Memory for the first half of the list. The Standard test showed that participants in Impression Formation, unlike participants in Memory, demonstrated the existence of a positive difference between the positive False Memories and the negative False Memories, indicating a coincidence between an Primacy Effect and an Valency Effect, which, then, potentiate themselves. Thus, taking into consideration that in Gist test there wasn’t a significant Primacy Effect, this effect could be explained by a Monitoring process. Finally, it is proposed that Cognitive Complexity could be a moderating variable of the Primacy Effect.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Cognição Social Aplicada), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/6925
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie040150_tm.pdf626,67 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.