Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCE) >
FPCE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/695

Título: Stress parental e práticas parentais em mães de crianças com perturbação de hiperactividade com défice de atenção
Autor: Santos, Vanessa Alexandra Bernardo
Orientador: Santos, Salomé Vieira, 1959-
Palavras-chave: Hiperactividade
Stress parental
Mães
Issue Date: 2008
Resumo: O presente estudo tem quatro objectivos principais: (1) caracterizar o funcionamento parental (stress e práticas) de mães de crianças diagnosticadas com Perturbação de Hiperactividade com Défice de Atenção (PHDA); (2) caracterizar a percepção das mães em relação a áreas específicas da vida da criança (problema, desenvolvimento, comportamento, aproveitamento escolar e relação com pares); (3) analisar a relação do stress parental e das práticas parentais com variáveis relativas ao problema, à criança, e à mãe; (4) analisar a relação entre o stress parental e as práticas. Participaram no estudo 30 mães de crianças com PHDA (idades entre 7 e 12 anos; 20 do sexo masculino). Utilizaram-se dois questionários, o Índice de Stress Parental e o EMBU-P, para avaliar, respectivamente, o stress parental e as práticas parentais, tendo sido ainda construída uma Ficha de Recolha de Informação (sócio-demográfica, referente ao problema, à criança e à percepção da mães em diferentes áreas da vida da criança). Os resultados mostram que as mães de crianças com PHDA, comparativamente com as amostras dos estudos de adaptação dos instrumentos, experimentam níveis mais elevados de stress (associados com características da criança) e recorrem menos a práticas de controlo. As práticas parentais não diferem em função do sexo ou idade das crianças, mas há algumas diferenças no caso do stress parental. A maioria das mães tem uma percepção positiva da criança em diferentes áreas, relacionando-se o stress parental e as práticas com algumas destas percepções e com variáveis relativas ao problema e à criança. Adicionalmente, as mães que experimentam níveis mais elevados de stress associados com características da criança utilizam mais práticas parentais de rejeição. Os resultados obtidos sugerem a pertinência de se atender, na população visada, ao stress parental experimentado e ao tipo de práticas educativas, dada
The four main aims of the this study are as follows: (1) to characterize the parental functioning (parenting stress and parenting practices) of mothers of children diagnosed with Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD); (2) to characterize mothers' perceptions related to specific areas of the child's life (problem, development, behaviour, school achievement and peer relationships); (3) to analyze the relationship between parenting stress and practices with problem, child and mother-related variables; (4) to analyze the relationship between parental stress and parental practices. 30 mothers of children with ADHD (aged 7-12; 20 male) participated in the study. The Portuguese adaptations of the Parenting Stress Index (PSI) and EMBU-P were used to assess both parenting stress and parenting practices. A form was also created in order to obtain socio-demographic information and information related to the child, the child's problem and the mother's perception of specific areas of the child's life. In comparison with the samples of the Portuguese adaptation of the instruments used, the results show that mothers of ADHD children experienced higher levels of parenting stress (related to the child's characteristics) and used less parenting control practices. Parenting practices do not differ on the basis of the child's age or gender, but there are some differences in the case of parenting stress. The majority of mothers have a positive perception of their children in different areas of their lives. Parenting stress and practices are associated with some of these perceptions and also with problem and child-related variables. Furthermore, mothers who experience higher levels of stress related to the child's characteristics use more parenting rejection practices. The results obtained suggest the importance of taking into account the type of educational practices and parenting stress experienced by this target population, given their potential adverse ef
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), 2008, Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10451/695
Appears in Collections:FPCE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
17675_Dissertacao_Mestr_Integ_Psic_Vanessa_Santos.pdf1,09 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia