Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
FL - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/6952

Título: Aquisição de estruturas com constituintes nas periferias esquerda e direita da frase em português europeu
Autor: Abalada, Silvana Inês da Silva
Orientador: Duarte, Inês,1951-
Santos, Ana Lúcia,1972-
Palavras-chave: Língua portuguesa
Linguagem - Aquisição
Tópico e comentário
Sintaxe
Teses de mestrado - 2011
Issue Date: 2010
Resumo: O presente trabalho consiste num estudo sobre a aquisição de estruturas com alteração da ordem básica de palavras envolvendo constituintes nas periferias esquerda e direita da frase em Português Europeu (PE). Atendendo ao recente debate sobre a aquisição de interfaces (nomeadamente a interface sintaxe/discurso), o principal objectivo deste trabalho é discutir a compreensão de estruturas com constituintes periféricos à esquerda e à direita, tendo em conta o seu estatuto sintáctico e informacional na gramática da criança e do adulto. Com o objectivo de aferir se crianças em idade pré-escolar compreendem estruturas com constituintes nas duas periferias da frase, desenhou-se uma Tarefa de Juízo de Valor de Verdade (Crain & Thornton, 1998) recorrendo a imagens. A tarefa foi construída para testar seis condições seleccionadas de acordo com a periferia da frase (esquerda ou direita) e a função sintáctica do argumento (sujeito, objecto directo, objecto indirecto ou complemento oblíquo) envolvido na alteração da ordem básica de palavras. No caso dos objectos directos na periferia esquerda, foram definidas duas condições, em função da presença de gap (topicalização) e de clítico (deslocação à esquerda clítica) no comentário, de modo a avaliar o estatuto do clítico enquanto pista sintáctica para a interpretação adulta. Já nas estruturas com sujeitos na periferia direita, consideraram-se verbos de dois e três lugares, para aferir a influência da presença de mais material lexical na compreensão. Para além de estruturas com sujeitos periféricos à direita, testaram-se estruturas com inversão sujeito-verbo com sujeito associado a foco informacional, de forma a verificar se existem diferenças de compreensão entre diferentes estruturas com sujeitos pós-verbais. A tarefa foi aplicada a um grupo de 41 crianças falantes monolingues de PE, entre os 3;5 e os 6;3, e a um grupo de controlo de 30 adultos falantes monolingues de PE. Os resultados mostram: (i) uma assimetria entre a compreensão de estruturas com sujeitos na periferia direita e de estruturas com objectos directos topicalizados na periferia esquerda, indicando uma compreensão mais precoce do material na periferia direita; (ii) uma assimetria na compreensão dos diferentes constituintes na periferia esquerda, já que as crianças têm um melhor desempenho em estruturas com complementos oblíquos e objectos indirectos do que com objectos directos; e (iii) uma ligeira assimetria entre a compreensão da topicalização de objecto directo e da deslocação à esquerda clítica, revelando que as crianças têm um desempenho ligeiramente melhor nesta última. Além disso, os resultados mostram que as inversões sujeito-verbo com sujeito associado a foco informacional são mais problemáticas do que estruturas com sujeitos na periferia direita da frase. 7 Assim, concluiu-se que a compreensão de estruturas com alteração da ordem básica de palavras envolvendo constituintes nas periferias esquerda e direita da frase em PE não se encontra completamente estabilizada em idade pré-escolar. Por um lado, registam-se assimetrias entre as periferias esquerda e direita que podem ser explicadas por diferenças de estatuto sintáctico dos constituintes que ocorrem nas duas periferias. Caso se considere que os sujeitos na periferia direita não são derivados por Move, mas por Merge, a Hipótese da Complexidade Derivacional – Jakubowicz (2004, 2005) – pode explicar a preferência por estruturas com sujeitos periféricos à direita em vez de estruturas com objectos directos topicalizados à esquerda. Por outro lado, registam-se assimetrias entre diferentes tipos de argumentos na periferia esquerda e entre diferentes sujeitos pós-verbais que podem ser explicadas pela ocorrência de um interveniente entre os dois constituintes que estabelecem entre si uma relação de dependência local (veja-se Friedmann, Belletti & Rizzi, 2009).
Abstract: This study is concerned with the acquisition of structures with non-basic word order involving constituents on the left and right peripheries of the sentence in European Portuguese (EP). Considering the recent debate on the acquisition of interfaces (specially the syntax/discourse interface), the main goal of this study is to discuss children’s comprehension of structures with left- and right-peripheral constituents, taking into account their syntactic and informational status in both child and adult grammars. In order to investigate whether preschool children understand structures with constituents on both peripheries of the sentence, we designed a Truth-Value Judgment Task (Crain & Thornton, 1998) using pictures. The task was planned to test six conditions selected according to the periphery of the sentence (left or right) and the syntactic function of the argument (subject, direct object, indirect object or prepositional object) involved in the word order change. In the case of direct objects in the left periphery, we considered two conditions: gap (topicalization) and the presence of a clitic (clitic-left dislocation). This allowed us to evaluate the status of the clitic as a possible syntactic cue for the adult interpretation. On the other hand, we tested structures with right--peripheral subjects in sentences with two and three-place predicates, with the aim of determining whether comprehension could be influenced by the presence of more lexical material. Additionally, subject-verb inversions with a focused subject were also tested, in order to verify if there are differences in the comprehension of different structures with post-verbal subjects. The task was applied to a group of 41 monolingual EP preschool children, between 3;5 and 6;3 years of age, and a control group of 30 monolingual EP adults. The results show that: (i) there is an asymmetry between the comprehension of structures with subjects on the right periphery and structures with direct objects on the left periphery, since preschool children present better results with right-peripheral material; (ii) there is an asymmetry between the comprehension of constituents that occur in the left periphery, since children have a better performance in the case of structures with prepositional and indirect objects than with direct objects; and (ii) there is a slightly asymmetry between topicalization of direct object and clitic-left dislocation, revealed by a slightly better performance in the last one. Finally, the results show that subject-verb inversions with focused subjects are much more problematic than structures with subjects on the right periphery of the sentence. Therefore, we conclude that the comprehension of non-basic word orders involving constituents on the left and right peripheries is not completely stabilized in the preschool years. On one hand, there are asymmetries between the right and the left periphery that can be explained if 9 there are differences in the syntactic status of the constituents that occur in both peripheries. If right-peripheral subjects are not derived by Move, but by Merge, the Derivational Complexity Hypothesis – Jakubowicz (2004, 2005) – would explain a preference for right-peripheral subjects over left-peripheral objects. On the other hand, there are asymmetries between the different types of arguments on the left periphery and between the different structures with post-verbal subjects that can be explained by the presence of an intervener between the head and the tail of the chain (see Friedmann, Belletti & Rizzi, 2009).
Descrição: Tese de mestrado, Linguística, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2011
URI: http://hdl.handle.net/10451/6952
Appears in Collections:FL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulfl106459_tm.pdfTese1,23 MBAdobe PDFView/Open
ulfl106459_tm_teste _experimental_1.pptxAnexo 112,35 MBMicrosoft Powerpoint XMLView/Open
ulfl106459_tm_teste _experimental_2.pptxAnexo 27,69 MBMicrosoft Powerpoint XMLView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia