Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação (FPCE) >
FPCE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/696

Título: O papel dos indivíduos e das organizações na gestão e desenvolvimento da carreira : um estudo de caso
Autor: Santos, Rui Manuel Nogueira Gonçalo Simões
Orientador: Duarte, Maria Eduarda, 1955-
Palavras-chave: Psicologia dos recursos humanos
Gestão da carreira
Clima organizacional
Satisfação profissional
Teses de mestrado
Issue Date: 2008
Resumo: Neste trabalho procura-se explorar o papel dos indivíduos e das organizações na gestão e desenvolvimento da carreira, através de um estudo de caso. É aplicado a uma população de 217 indivíduos um plano metodológico com configuração de abordagem quasi-experimental, contemplando um processo de análise de causas como ferramenta de caracterização das práticas organizacionais. Os resultados mostram que as políticas de recursos humanos surgem como principais variáveis causadoras de insatisfação e clima organizacional negativo e é visível um desalinhamento global das percepções entre chefias e colaboradores. Conclui-se que a organização em causa apresenta uma visão tradicional e estanque da carreira e que há um desfasamento entre os modelos conceptuais de carreira culturalmente predominantes e a realidade profissional dos indivíduos da mesma. Levantam-se ainda algumas questões e favoreceram-se reflexões para uma futura fundamentação teórica.
This study seeks to explore the role of individuals and organizations in career management and development, throughout a case study. A methodological plan with a quasi-experimental configuration is applied to a population of 217 individuals, incorporating a process of analysis of causes as a tool for characterization of organizational practices. Human resourses policies emerge as key variable causes for dissatisfaction and negative organizational climate, being also visible a misalignment of perceptions between management and employees. It is concluded that the target organization has a traditional and rigid view of career and that there is a gap between culturally dominant career conceptual models and individual's professional reality. In the end some questions are raised and some ideas are favoured for a future theoretical basis.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), 2008, Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://sibul.reitoria.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000554006
http://hdl.handle.net/10451/696
Appears in Collections:FPCE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
17679_Capas_da_Dissertacao.pdf547,71 kBAdobe PDFView/Open
17680_Indice_Geral_Indice_Quadros_Resumos.pdf75,05 kBAdobe PDFView/Open
17681_Corpo_de_texto_da_Dissertacao.pdf270,61 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE