Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Reitoria (REIT) >
REIT - Teses de Doutoramento (Enfermagem) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/6979

Título: Abordagem sistémica do cuidado à família : impacto no desempenho profissional do enfermeiro
Autor: Santos, Maria Luísa Vieira Andrade dos
Orientador: Wright, Lorraine M.
Basto, Marta Lima
Palavras-chave: Enfermagem familiar
Desempenho profissional
Intervenção educativa
Abordagem sistémica
Mudança de comportamento
Teses de doutoramento - 2012
Issue Date: 2012
Resumo: A Enfermagem de família emerge como um fenômeno distinto quer para a prática de enfermagem generalista quer avançada. Os fundamentos teóricos estão alicerçados no pensamento sistêmico e interacional. Argumenta-se que as intervenções de enfermagem acontecem reciprocamente com a família, em contextos de intersubjetividade e complexidade, e advoga-se uma abordagem sistémica do cuidado à família para garantir cuidados competentes e de excelência. Assim, o modo como os enfermeiros envolvem a família nos cuidados recebe especial ênfase nesta investigação. A exigência e a obrigação de avaliações e intervenções eficientes, desenvolvidas em contextos relacionais únicos, apresentam-se como desafios aos enfermeiros de todo o mundo. Todavia, ajudar a família a descobrir novas soluções face a processos de saúde/doença e a reduzir o seu sofrimento emocional, físico e espiritual, nem sempre é efetivo ou identificado nos contextos clínicos. A evidência do hiato teórico-prático ao nível da prática da enfermagem de família levou ao estudo do efeito de uma intervenção educativa, sobre a abordagem sistémica do cuidado à família, no desempenho profissional de um grupo de enfermeiros. A investigação, norteada por um desenho de natureza quasi-experimental de séries temporais, foi realizada num contexto de cuidados de saúde primários onde os enfermeiros trabalham com as famílias. Dez dos doze enfermeiros da prática direta de cuidados integraram um programa de intervenção educativa, sobre a abordagem sistémica do cuidado à família, segundo os referenciais teóricos dos modelos de avaliação e intervenção na família de Calgary (Wright & Leahey, 2009). Os resultados evidenciaram mudanças positivas e efetivas na atitude e no comportamento dos enfermeiros face ao modo como envolvem a família nos cuidados. Enfatiza-se uma atitude favorável, independente da idade, do tempo de profissão e desenvolvimento profissional, e uma elevada perceção de autoeficácia no trabalho com as famílias. A eficácia do programa de intervenção educacional indica a transferência de conhecimento e portanto poderá ser recomendado e útil em contextos de enfermagem semelhantes.
Family nursing has emerged as a distinct phenomena for both generalist and advanced practice in nursing. The theoretical underpinnings are grounded in systemic and interactional thinking. It is argued that nursing interventions happen in the relationship between a nurse and a family, within the contexts of complexity and intersubjectivity, and advocate a systemic approach to family care to ensure that the care is excellent and competent. Therefore, how nurses involve families in their care receives special emphasis in this investigation. The requirement and obligation for effective and beneficial assessment and intervention, developed in unique relational contexts, presents itself as a challenge to nurses around the world. However, helping the family to find new solutions to their health/disease processes and reduce their emotional, physical and spiritual suffering is not always easily identified or effective in clinical settings. The evidence of a theoretical gap in the practice of family nursing led to this study examining the effect of an educational intervention on the implementation and utilization of a systemic approach to family care in the professional practice of nurses. The research design was a quasi-experimental study involving several time series, conducted in the context of primary health care where nurses work with families. Ten of the twelve practicing care nurses were trained in an educational intervention program on utilizing a systemic approach to family care based on the Calgary Family Assessment and Intervention models (Wright & Leahey, 2009) The results showed positive and effective changes in the attitude and behavior of nurses in their involvement of families in their practice. We highlight a positive attitude, regardless of age, time of service and professional development, and a high perception of self-efficacy in work with families. The effectiveness of the educational intervention program indicated knowledge transfer and therefore could be recommended and useful in similar nursing contexts.
Descrição: Tese de doutoramento, Enfermagem, Universidade de Lisboa, com a participação da Escola Superior de Enfermagem, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/6979
Appears in Collections:REIT - Teses de Doutoramento (Enfermagem)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd_re1182_td.pdf3,32 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE