Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/6991
Título: A construção da identidade profissional de professores de Matemática em início de carreira
Autor: Oliveira, Hélia Margarida Aparício Pintão de, 1965-
Orientador: Ponte, João Pedro da, 1953-
Palavras-chave: Identidade
Identidade profissional
Início da carreira
Conhecimento profissional
Biografias
Didáctica da matemática
Data de Defesa: 2004
Resumo: Esta investigação visa estudar a construção da identidade profissional do professor de Matemática no início da sua carreira, tendo em conta a sua biografia, o seu conhecimento profissional, os processos relacionais em que se envolve, os contextos escolares e as condições sociais da pós-modernidade. Foi realizado um estudo longitudinal com quatro professores de Matemática do 3º ciclo do ensino básico e do ensino secundário nos seus três primeiros anos de carreira. O enquadramento teórico desta investigação desenvolve-se ao longo de três partes distintas: o conhecimento do professor, a identidade profissional e os primeiros anos de carreira. Através da primeira parte, pretende-se caracterizar o conhecimento do professor quanto à natureza e ao conteúdo, dando-se destaque à vertente moral deste conhecimento como uma área pouco explorada e que tem implicações importantes na identidade profissional. Na segunda, começa-se por explorar o conceito de identidade, sendo apresentadas diferentes perspectivas, para de seguida o relacionar com a identidade profissional do professor. Na última parte, procura-se conhecer a fase inicial da carreira através dos resultados de diversas investigações. A metodologia adoptada nesta investigação situa-se no paradigma interpretativo assumindo o estudo de caso como design. Foram construídos quatro estudos de caso de professores de Matemática em início de carreira, baseados, essencialmente, na análise de um conjunto de entrevistas com carácter biográfico realizadas ao longo de três anos lectivos. Este estudo permite concluir que a identidade é um processo idiossincrático, complexo e multidimensional. Foram identificadas quatro dinâmicas identitárias principais que sintetizam a orientação profissional dominante em cada professor, a saber: SER, TER; APRENDER e FAZER. As influências sobre a construção da identidade profissional são múltiplas, e interrelacionam-se e conjugam-se de diversas formas, não devendo ser encaradas como factores mas como elementos de uma história, como acontecimentos ao longo de um percurso biográfico, que configuram a representação que o professor tem de si próprio e da profissão. Os resultados deste estudo vêm realçar a importância da biografia na construção da identidade profissional do professor, bem como da presença do Eu pessoal no Eu profissional, mas mostram também que é possível que a formação inicial tenha um impacto significativo nesse processo. Embora os contextos escolares sejam relevantes, esta investigação salienta o papel destacado dos grupos de referência na fase inicial da carreira.
Descrição: Tese de doutoramento em Educação (Didáctica da Matemática), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Ciências, 2004
URI: http://hdl.handle.net/10451/6991
Aparece nas colecções:FC - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_Doutoramento_H.Oliveira_2004.pdf1,77 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.