Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
FL - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/7198

Título: O romance brasileiro do século XX no campo das revistas literárias portuguesas:o caso da Colóquio/Letras (1971-1996)
Autor: Lopes, João Marques, 1969-
Orientador: Chaves, Vânia Pinheiro, 1947-
Medeiros, Paulo de, 1958-
Palavras-chave: Romance brasileiro - séc.20 - História e crítica
Literatura - Periódicos - Portugal - séc.20
Teses de doutoramento - 2012
Issue Date: 2012
Resumo: Esta tese tem três objetivos centrais: avaliar o campo das revistas literárias portuguesas do último terço do século XX e as suas diferentes posições para recortar aí o mapa da receção do romance brasileiro novecentista; compreender as características sociológicas da população responsável por essa mesma receção; verificar as possíveis correlações, regularidades e regras sociológicas em tais campo e mapa. A investigação revelou que a Colóquio/Letras é a revista literária mais legítima quanto ao nosso tema particular e que o construto teórico do campo apenas tem sustentação empírica noutras duas revistas literárias do período: o Jornal de Letras, Artes e Ideias e a Brotéria . O mapa recortado indicou o predomínio canónico de João Guimarães Rosa, Clarice Lispector e Graciliano Ramos na Colóquio/Letras, uma certa reprodução do mesmo nas outras duas posições do campo e uma variação importante no caso do JL, que destaca especialmente Jorge Amado. Além disso, em paralelo quase perfeito com o acontecido na historiografia e na crítica literárias do Brasil e de Portugal, tal mapa mostrou que todas essas revistas literárias apresentam um cânone idiossincrático basicamente refratário ao romance do pré-modernismo, do experimentalismo de 20, da linha intimista de 30, de oposição à ditadura militar de 1964 e do pós-modernismo do último quartel do século XX. Por sua vez, o estudo do núcleo duro de trinta e quatro agentes responsável por tal mapa apresentou sobretudo casos de características sociológicas adversas aos auctores, mas em consonância com os lectores (Colóquio/Letras), com o jornalismo (JL) ou com o confessionalismo tendencioso (Brotéria ) não só para as regularidades sócio-culturais desse núcleo duro, mas também para o encontro das posições do campo construído com o campo do poder latu sensu na relação tríádica Colóquio-Letras/Fundação, JL/Empresa e Brotéria /Igreja.
In this doctoral dissertation, we have three main goals: evaluate the Portuguese literary magazines field of the 70s, 80s and 90s and their different opinions in order to build a map of the reception of the 20th Century Brazilian Novel; understand the sociological characteristics of the most important agents responsible for this map; verify the possible sociological rules behind such field and map. Colóquio/Letras is the most legitimate literary magazine regarding our subject and there are only two other mediums which have enough empirical data for our field, the Jornal de Letras, Artes e Ideias and Brotéria. The map in Colóquio/Letras brought forward the canonization of João Guimarães Rosa, Clarice Lispector and Graciliano Ramos. Roughly the same occurs in the other positions on the field. However, there is an important variation in JL, where Jorge Amado surpasses every other novelist. Moreover, the map shows that these three literary magazines did not open their canon to the authors, titles and currents that are not yet acknowledged (the post-modernist novels of the last quarter of the 20th Century) or were somehow put aside previously in the Brazilian and Portuguese literary history and criticism (the pre-modernist novel or the intimate fiction of the 30s). The study of the sociological characteristics of the most important agents in our field unveils everything but auctores. They are mainly lectores (Colóquio/Letras), journalists (JL) and confessional people (Brotéria). Thus, our investigation stresses that the canonic map in the three literary magazines does not challenge at all the previous literary common sense in Brazil and Portugal because the sociological characteristics just mentioned exclude the auctores and because the three positions of our constructed field does not challenge the field of power latu sensu as well.
Descrição: Tese de doutoramento, Estudos de Literatura e de Cultura (Estudos Brasileiros), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/7198
Appears in Collections:FL - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd63386_td_Joao_Lopes.pdf2,2 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE