Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Medicina (FM) >
FM - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/7227

Título: Erros de ligação: as relações afectivas ao longo do ciclo de vida da pessoa com anorexia nervosa
Autor: Santos, João Daniel Ribeiro dos, 1985-
Orientador: Sampaio, Daniel, 1946-
Palavras-chave: Anorexia nervosa
Relações familiares
Comportamento alimentar
Teses de mestrado - 2012
Issue Date: 2012
Resumo: Objectivos: Este estudo tem como finalidade relacionar a influência das relações afectivas ao longo do ciclo de vida do indivíduo com anorexia nervosa com decurso da sua Doença Mental. Método: Foram constituídos dois grupos de investigação – o grupo clínico (n=60) e o grupo não-clínico (n=77). O primeiro é composto por indivíduos com o diagnóstico de anorexia nervosa elaborado de acordo com o DSM-IV- R, seguidos num hospital central de Lisboa com serviço de psiquiatria. Foram considerados para este grupo os sujeitos de 13 a 30 anos, com o diagnóstico elaborado até um ano e em tratamento. O grupo não-clínico será constituído por indivíduos de 10 a 30 anos, da população em geral sujeitos ao questionário EDE-Q e com score total inferior ao score de cut-off. Em seguida, foi aplicado a ambos os grupos um questionário composto por consentimento informado, informação biográfica e os instrumentos: EDE-Q, EVA, FCD e o EMBU. Resultados: Quando comparados com pessoas sem perturbação alimentar, os elementos do grupo clínico distinguem-se destes por percepcionarem que a sua infância e adolescência se caracterizaram por maiores níveis de rejeição por parte de ambos os pais, assim como, de sobreprotecção por parte da mãe, e sentirem uma menor proximidade emocional materna. Enquanto adultos, apresentam padrões de vinculação mais ansiosos e evitantes. Adicionalmente, obteve-se uma interacção negativa do estilo educativo materno de suporte emocional com a psicopatologia, no grupo clínico. No grupo não clínico, obteve-se uma interacção positiva entre o padrão de vinculação ansioso e a anorexia nervosa. Discussão/Conclusão: Este estudo demonstra a continuidade entre as relações afectivas na infância e adolescência, as relações afectivas na idade adulta e a saúde mental, nomeadamente a anorexia nervosa. Objectives: This study aims to relate the influence of emotional relationships along the life cycle of the individual with anorexia nervosa during his Mental Illness. Methods: We established two research groups - the clinical group (n = 60) and non-clinical group (n = 77). The first was composed of individuals diagnosed with anorexia nervosa, according to the DSM-IV-TR, followed at central hospital with psychiatric service in Lisbon. We considered to this group subjects with 13 to 30 years with the diagnosis given to a year and in treatment. The non-clinical group was composed with individuals with 10 to 30 years, from the general public and was subject to EDE-Q, which total score was below the cut-off score. It was applied to both groups a questionnaire composed of informed consent, biographical information and tools: EDE-Q, EVA, FCD and EMBU. Results: When compared with people without eating disorder, the elements of the clinical group are distinguished by considering their childhood and adolescence were characterized by higher levels of rejection by both parents, as well as of overprotection by the mother and feel less emotional closeness to the mother, while adults have attachment patterns more anxious and avoidant. Additionally, we obtained a negative interaction between parental rearing behaviors of emotional support with psychopathology in the clinical group. In the non-clinical group, we obtained a positive interaction between anxious attachment and psychopathology. Discussion/Conclusion: This study demonstrates the continuity between the emotional relationships in childhood and adolescence, the emotional relationships in adulthood and mental health, including anorexia nervosa.
Descrição: Tese de mestrado, Doenças Metabólicas e Comportamento Alimentar, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa - 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/7227
Appears in Collections:FM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
657886_Tese.pdfDocumento principal - Tese1,33 MBAdobe PDFView/Open
657886_Anexo.pdfAnexo118,97 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE