Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Psicologia (FP) >
FP - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/7265

Título: O envolvimento religioso e a sintomatologia depressiva em imigrantes brasileiros
Autor: Linares, Rosilene, 1967-
Orientador: Fagulha, Teresa, 1946-
Palavras-chave: Teses de doutoramento - 2012
Issue Date: 2012
Resumo: Investigou-se a relação entre envolvimento religioso e sintomatologia depressiva em imigrantes brasileiros. Procedeu-se à tradução, adaptação e estudo da Escala de Orientação Religiosa I/E-R (Gorsuch & McPherson, 1989) (N=432) e da Escala Religiosa de Resolução de Problemas (Pargament, Kennell, Hathaway, Grevengoed, Newman, & Jones, 1988) (N=301). Ambas foram ainda estudadas numa amostra de estudantes universitários brasileiros (N=69). A análise factorial da Escala de Orientação Religiosa I/E-R põe em questão a distinção entre as dimensões Intrínseca e Extrínseca, já discutida por outros autores (Flere & Lavric, 2008; Kirkpatrick & Hood, 1989; Maltby, 1999a). Encontraram-se três Subescalas, numa solução diferente da original: Subescala Intrínseca/ Extrínseca Pessoal, agregando cinco itens intrínsecos e os extrínsecos pessoais, Subescala Extrínseca Social, que replica o estudo original, e uma Subescala agregando os três itens de Orientação Intrínseca cotados inversamente. Na Escala Religiosa de Resolução de Problemas encontrámos apenas duas Subescalas: uma que agrega os itens de Colaboração e Delegação e a Subescala Autodirecção, replicando o estudo original. Estudo principal: amostra de 228 imigrantes (M idades = 31.4 anos; DP = 9.17), recolhida em dois contextos diferenciados: um que garantia o envolvimento religioso e outro mais genérico proporcionando uma população diversificada. Instrumentos: Escala de Orientação Religiosa I/E-R, Escala Religiosa de Resolução de Problemas e Escala de Depressão do Centro Epidemiológico, CES-D (Radloff, 1977; Silveira & Jorge, 1998). Resultados: a prática religiosa e o tempo desde quando vive em Portugal apresentaram uma relação negativa com a CES-D. Esta mesma relação encontra-se ainda com a Orientação Religiosa Intrínseca, quando se utiliza a solução factorial original. Na solução a dois factores, sugerida pelo nosso estudo, é a Orientação Religiosa Extrínseca “outros” que se relaciona negativamente com a sintomatologia depressiva. Encontraram-se relações entre as variáveis sociodemográficas e os estilos de coping religioso e ainda com a Orientação Religiosa Intrinseca e Extrinseca social.
The relationship between religious involvement and depressive symptoms in brazilian immigrants was the subject of this investigation. The Religious Orientation Scale I/E-R (Gorsuch & McPherson, 1989) (N=432) and the Religious Problem-Solving Scale (Pargament, Kenell, Hathaway, Grevengoed, Newman & Jones, 1988) (N=301) were studied, translated and adapted. Both procedures were also applied to a sample of brazilian university students (N=69). A factor analysis of the Religious Orientation Scale I/E-R questions the distinction between Intrinsic and Extrinsic dimensions, as discussed by other authors (Flere & Lavric, 2008, Kirkpatrick & Hood, 1989; Maltby, 1999a). We found three subscales, a solution different from the original: Intrinsic/Personal Extrinsic Subscale, aggregating five intrinsic items and the personal extrinsic, Social Extrinsic subscale, which replicates the original study, and a Subscale aggregating the three Intrinsic Orientation items in scored in reversed order. The Religious Problem-Solving Scale results are the same as the original study, revealing only two subscales: one comprising Collaborative and Deferring items and the other with Self-Directing Subscale. Main study: sample of 228 immigrants (M age= 31.4 years, SD= 9.17), collected from two different contexts: (1) with guaranteed religious involvement and (2) a more generic contexts offering a more heterogeneous population. Instruments: Religious Orientation Scale I/ E-R, Religious Problem-Solving Scale and Center for Epidemiological Studies’ Depression Scale, CES-D (Radloff, 1977; Brazilian Version, Silveira & Jorge, 1998). Results: religious practice and the time living in Portugal showed a negative correlation with the CES-D. The same correlation is also found with the intrinsic religious orientation, when using the original factor solution. In the two factors solution, presented in this study, it is the Extrinsic Religious Orientation "others” that has negative correlation with depressive symptoms. Other correlations were found between social demographic variables and styles of religious coping and also with the intrinsic and extrinsic social Religious Orientations.
Descrição: Tese de doutoramento, Psicologia (Psicologia Clínica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/7265
Appears in Collections:FP - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd063811_td_Rosilene_Linares.pdf1,67 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia