Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/727
Título: O papel da vinculação ao pai e à mãe na transferência dos componentes de vinculação na adolescência
Autor: Calado, Filipa Alexandra da Costa Riço
Orientador: Moreira, João Manuel, 1964-
Palavras-chave: Vinculação
Parentalidade
Adolescência
Teses de mestrado
Data de Defesa: 2008
Resumo: Este trabalho procura avaliar o efeito diferencial das vinculações à mãe e ao pai no processo de transferência das funções de vinculação para os pares, ocorrido na adolescência. Testou-se a hipótese que uma vinculação segura ao pai, que na infância incentiva os filhos na abertura a novas experiências, estava associada a uma maior transferência da procura de proximidade, primeiro comportamento a ser desenvolvido num contexto de uma relação de vinculação, motivado por necessidades exploratórias e afiliativas em relação aos pares. Paralelamente, procurou-se testar a hipótese que uma vinculação segura à mãe, que segundo a literatura promove o desenvolvimento da empatia, estaria associada a um maior uso do par como uma base segura, comportamento que marca a formação de completos laços vinculatórios. Com o propósito de testar estas hipóteses, foi construído um questionário, Questionário de Índice de Transferência de Componentes de Vinculação (QITCV), com o intuito de medir o grau com que as funções vinculatórias eram deslocadas para os pares, tendo também sido usado o Inventário de Vinculação para Pais e Pares (IPPA), para medir a segurança da vinculação ao pai e à mãe. Verificou-se que as hipóteses não foram confirmadas, parecendo que o pai tem uma maior influência na transferência dos componentes vinculatórios. Os resultados indicaram igualmente que as funções vinculatórias são transferidas dos pais para os pares num processo que começa com a procura de proximidade, porto de abrigo, base segura e protesto de separação. As implicações clínicas destes resultados são discutidas.
This article aims to study the differential effect of mother and father attachment relationships in attachment functions' transfer from parents to peers, which occurs in adolescence. We tested the hypothesis that a secure attachment to father, which promotes openness to the new experiences and risktaking in childhood, was associated to the proximity seeking transfer, the first behaviour to be developed during an attachment bond formation, motivated by exploratory and affiliative needs towards peers. We also tested the hypothesis that a secure attachment to mother, due to its dyadic and close nature in childhood would be associated to the use of a peer as a secure base, which is the true marker of attachment bonds. A new questionnaire was constructed to measure the extent to which subjects transfer the attachment functions to peers, the Questionnaire of the Extent of Attachment Functions Transfer (QITCV) and the Inventory of Parents and Peers Attachment (IPPA) was used to measure the security of attachment to mother and father. The hypotheses were not confirmed and the results indicated that the father has a major influence on attachment functions transfer. The results also revealed that attachment will be transferred from parents to peers in a sequence which goes through with proximity seeking, safe haven, secure base and separation protest. Clinical implications of these findings are further discussed.
Descrição: Tese de mestrado integrado em Psicologia (Psicologia Clínica e da Saúde-Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2008
URI: http://sibul.reitoria.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000550121
http://hdl.handle.net/10451/727
Aparece nas colecções:FPCE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
17415_Dissertacao.pdf624,26 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.