Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Reitoria (REIT) >
REIT - Teses de Doutoramento (Enfermagem) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/7308

Título: Estilos de vida familiar e peso excessivo na criança em idade pré-escolar:implicações para a enfermagem
Autor: Duarte, Maria Emília Bengala, 1956-
Orientador: Silva, Abel Avelino de Paiva e
Carmo, Isabel do, 1940-
Palavras-chave: Hábitos alimentares
Crianças em idade pré-escolar
Actividade física
Peso corporal
Obesidade
Responsabilidade dos pais
Teses de doutoramento - 2012
Issue Date: 2011
Resumo: O aumento da prevalência do peso excessivo sugere que, apesar da sua etiologia multifactorial, esteja relacionado com determinados estilos de vida. Este estudo observacional, transversal, descritivo desenvolveu-se em duas partes. Parte I, quantitativa, permitiu: conhecer a prevalência do peso excessivo (CDC, 2000) das crianças em idade pré-escolar da Beira Interior Sul; caracterizar as famílias, hábitos alimentares (Questionário de Frequência Alimentar) e de actividade física (Baecke Physical Activity Questionnaire); identificar relações significativas. Verificou-se prevalência elevada de peso excessivo (27,72%) e obesidade (12,06%), superior no sexo feminino e em famílias de nível sócio-económico mais baixo. A actividade física dos pais é mais intensa no contexto de trabalho do que nos tempos livres. Os pais das crianças obesas têm práticas desportivas menos intensas. O consumo de lacticínios com teor de gordura reduzida é significativamente maior nas famílias das crianças com pré-obesidade, face àquelas com crianças de peso normal. Sobressaiu um padrão familiar em que hábitos alimentares com consumo de produtos com teor de gordura reduzida, sopas, legumes, frutas e pão, está associado a níveis de escolaridade mais elevados e práticas de actividade física (desporto) mais intensa. Parte II, qualitativa, tornou possível apreender o sentido da vivência da parentalidade com a criança obesa e a explicitação do processo de transição a partir da análise de conteúdo dos discursos das mães, subsidiada pela Teoria das Transições de Meleis. A atitude adoptada, na dependência da consciencialização sobre o problema obesidade e percepção como modelo comportamental dos filhos, reflecte a intensidade do envolvimento no processo de transição, isto é, assumir a responsabilidade parental integrando as mudanças de estilo de vida necessárias à redução do peso excessivo na criança, num processo de transição saudável. Este saber poderá (re)construir o conhecimento de enfermagem para ajudar as famílias a construir ambientes favorecedores do crescimento/ desenvolvimento feliz e saudável da criança.
The increased prevalence of overweight suggests that, despite its multi-factorial etiology, it is related to specific lifestyles. This observational, transversal and descriptive study was developed in two parts. Part I, quantitative, allowed: to determine the prevalence of overweight (CDC, 2000) in preschool children of Beira Interior Sul ; characterize the families, eating (Food Frequency Questionnaire) and physical activity habits (Baecke Physical Activity Questionnaire); identify significant relations. A higher overweight (27,72%) and obesity (12,06 %) was perceived in female children and in families with a lower socio-economic level. The parents’ physical activity is more intense in the work context than in leisure time. The fathers of obese children have a less intense sports practice. The consumption of low fat dairy products is significantly higher in families with pre-obese children, in comparison to those with children with a normal weight. A family pattern stood out where eating habits with consumption of low fat products, soup, vegetables, fruit and bread is associated to a higher education and a more intense practice of physical activity (sport). Part II, qualitative, made possible to apprehend the sense of the experience of parenthood with an obese child and the explanation of the transition process from the content analysis of the mothers’ speeches, based on Meleis's theory of nursing transition. The adopted attitude, depending on the awareness about the obesity problem and the perception as a behavioral model to the children, reflects the intensity of the involvement in the transition process, i.e, the assumption of parental responsibility integrating lifestyle changes needed to reduce the child’s overweight, in a healthy transition process. This information can (re)build nursing knowledge to help families create environments favorable of a happy and healthy development/growth of the child.
Descrição: Tese de doutoramento, Enfermagem, Universidade de Lisboa, com a participação da Escola Superior de Enfermagem, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/7308
Appears in Collections:REIT - Teses de Doutoramento (Enfermagem)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd063972_td_Maria_Duarte.pdf4,67 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia