Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Reitoria (REIT) >
REIT - Teses de Doutoramento (Enfermagem) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/7349

Título: Relação enfermeira/idoso/família:construção, desenvolvimento e prática
Autor: Silva, Rosa Maria Carvalhal da, 1957-
Orientador: Costa, Maria Arminda S. Mendes, 1949-
Palavras-chave: Enfermagem familiar
Idosos
Enfermeiros
Família
Teses de doutoramento - 2012
Issue Date: 2012
Resumo: A enfermagem é entendida como a disciplina humana que acompanha as pessoas nos seus projectos de saúde, cuja relação de cuidados constitui o núcleo central, onde as restantes dimensões profissionais ancoram. Procuramos compreender a natureza e construção desta relação em contexto hospitalar, cujos factores de diferenciação concorrem para a sua sustentabilidade como prática peculiar. Parte-se da questão de investigação: qual a natureza do processo da relação dos enfermeiros com o idoso hospitalizado e família? Cujos objectivos são compreender a natureza do processo de relação enfermeiros/idoso/família, num serviço de medicina; compreender a concepção de enfermagem subjacente a esta relação e compreender os diferentes factores em presença na sua construção e desenvolvimento. Trata-se de um estudo etnográfico, para compreensão da cultura relacional da enfermagem geriátrica (Spradley, 1980), centrada na perspectiva dos enfermeiros/idosos/família – entrevista semi-estruturadas e etnográficas - e observação das dinâmicas relacionais interactores. O tratamento da informação apoia-se no Modelo Ecológico do Desenvolvimento Humano de Bronfenbrenner (2002). Os resultados permitem verificar que a relação de cuidados da enfermagem geriátrica envolve a gestão da complexidade relacional, promotora de padrões de actuação que a socialização secundária dos enfermeiros transforma num habitus incorporado e sintonia diádica entre os actores, assente numa abordagem hunanisto-afectiva de abertura ao mundo e à singularidade e subjecividade do idoso/família, enformada pelo contexto de cuidados, dos actores e pilares da dinâmica relacional, que constituem a relação de cuidados. A relação de cuidados da enfermagem geriátrica constitui-se num processo de co-construção que articula universos sócio-culturais e profissionais, numa dinâmica permanente entre a avaliação das vivências do idoso/família e a construção de sintonia nos cuidados, cujo efeito terapêutico se evidencia. A complexidade multisistémica sendo enformada por todos os sistemas em presença (Brongenbreener, 2002), evidencia uma predominância micro e mesosistémica, promotora de transições ecológicas de desenvolvimento dos actores e mudança de perspectivas que evolui para relações diádicas primárias, cujas trajectórias de vida, disposição relacional dos actores se evidencia na disponibilidade e atenção ao outro que a caracteriza, onde o EU dá lugar ao NÒS.
Nursing is understood as the human discipline that accompanies the person in her health projects, considering the caring relationship as its core element, in which the remaining professional dimensions anchor. In this project, we intend to understand the nature and construction of this relationship in the hospital, whose differentiation factors contribute to its sustainability as a peculiar practice. This study starts with the research question: what is the nature of the relationship of nurses with old people and their families in the hospital? Its aims are to understand the nature of the relationship nurse/older people/family at medicine service; to understand the nursing conception underlying this relationship and to understand the different factors involved in its construction and development. It is an ethnographic study for considering the relational culture of geriatric nursing (Spradley, 1980), focusing on the perspective of nurses/older people/family through semi-structured and ethnographic interviews and observation of the relational dynamics interactors. Data processing was supported by the Ecological Model of Human Development from Bronfenbrenner (2002). The results allow us to affirm that the relationship of geriatric nursing involves the management of relational complexity, promotes standards of operation that secondary socialization of nurses transforms into a incorporated habitus and dyadic tune between the actors, that it is supported a hunanistic-affective approach which allows the opening the world and simultaneously the subjectivity and uniqueness of the old person/family, shaping the care context, actors context and pillars of the relational dynamics that constitute the relationship of care. The relationship of geriatric nursing care constitutes a co-construction process that articulates socio-cultural and professional universes, in a permanent dynamic between evaluation of the experiences of the old person/family and the construction of tune care, whose therapeutic effect is clear. The complexity multisystemic being shaped by all systems in the presence (Brongenbreener, 2002), shows a predominance of micro and mesosistémic contexts, promotes ecological transitions of development actors, a changing in the actors’ perspectives that evolves into a primary dyadic relationship, whose life trajectories, relational disposition of the actors is evident in the availability and attention to other features that, where the I gives way to the “US”.
Descrição: Tese de doutoramento, Enfermagem, Universidade de Lisboa, com a participação da Escola Superior de Enfermagem, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/7349
http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000655259
Appears in Collections:REIT - Teses de Doutoramento (Enfermagem)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd063583_td_tese.pdf5,72 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
ulsd063583_td_anexos.pdf379,09 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE