Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Reitoria (REIT) >
REIT - Teses de Doutoramento (Enfermagem) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/7354

Título: A presença como cuidado de enfermagem:estudo do processo de desenvolvimento da presença em contexto psiquiátrico
Autor: Gomes, Luís Miguel Salvador Machado, 1966-
Orientador: Lopes, Manuel José
Palavras-chave: Enfermagem
Saúde mental
Teses de doutoramento - 2012
Issue Date: 2012
Resumo: A presença como cuidado de enfermagem é apresentada na literatura como uma competência dos enfermeiros. Consiste num processo que se desenvolve e materializa num encontro entre enfermeiro e utente. Sendo o cerne de uma relação é no contexto de prestação de cuidados de enfermagem de saúde mental e psiquiátrica que possui maiores singularidades. É um conceito pouco delimitado e apesar do desenvolvimento da disciplina não existe investigação suficiente para responder à questão de investigação: Como se desenvolve a presença como cuidado, na relação enfermeiro/utente em contexto psiquiátrico? Tinha-mos como objectivos, compreender o processo de desenvolvimento da presença como cuidado; compreender o significado da presença como cuidado para enfermeiros e utentes e desenvolver uma teoria substantiva sobre a presença como cuidado em contexto psiquiátrico. É um estudo qualitativo utilizando a metodologia da Grounded Theory e decorreu num serviço de agudos de uma instituição de internamento na área da psiquiátrica. Os informantes foram um grupo de utentes e de enfermeiros. As técnicas de colheita de dados foram a observação participante, a entrevista e a análise documental. A análise e tratamento dos dados foram efectuados através das comparações constantes e da amostragem teórica. O trabalho indutivo permitiu-nos elaborar proposições referentes ao compromisso de presença. O compromisso de presença favorece o cuidado de enfermagem através do acolhimento hospitaleiro, promove a gestão do cuidado e permite o desenvolvimento de um cuidado singular. O compromisso de presença significa o conjunto de actividades que envolvem a gestão do internamento entre a permanência do cuidado e a consciência partilhada entre enfermeiro e utente. Propomos uma teoria substantiva onde o compromisso de presença como cuidado de enfermagem em contexto psiquiátrico é um processo vivido com momentos de tensão e contenção que promovem o cuidado de enfermagem.
Nursing presence is presented in the literature as a nurses’ competence, being a process that develops and materializes in a meeting between the nurse and the patient. As the core of a relationship it is in the context of mental health and psychiatric nursing that higher singularity can be found. Nevertheless nursing presence is a concept lean defined and despite the development of the discipline there is not enough research to answer the research question: How does develop the nursing presence as a care behaviour in the relationship nurse/patient in a psychiatric context? The aim of this study were to understand the process of developing nursing presence, to understand the meaning of nursing presence for nurses and patients and develop a substantive theory about nursing presence in a psychiatric context. A qualitative study using Grounded Theory methodology has been developed in an acute service in the area of psychiatric hospitalization. The group of informants was composed by patients and nurses. Data collection has been made through participant observation, interviews and document analysis. The analysis and data processing has been performed using constant comparisons and theoretical sampling. The inductive study allowed us to develop propositions regarding the presence commitment. Presence commitment promotes the nursing presence through the hospitality, promotes the management of care and allows the development of singular caring. This presence commitment means the set of activities involving the management of hospital permanence and the care awareness shared between nurse and patient. We propose a substantive theory where the presence commitment as a nursing care in psychiatric context is a living process with moments of tension and contention that promotes nursing care.
Descrição: Tese de doutoramento, Enfermagem, Universidade de Lisboa, com a participação da Escola Superior de Enfermagem, 2012
URI: http://hdl.handle.net/10451/7354
http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000655310
Appears in Collections:REIT - Teses de Doutoramento (Enfermagem)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd063563_td_Luis_Gomes.pdf2,8 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia